domingo, 25 de dezembro de 2011



O PESO DA ORAÇÃO Autor Desconhecido

Uma pobre senhora, com visível ar de derrota estampado no rosto, entrou num armazém, aproximou-se do proprietário conhecido pelo seu jeito grosseiro, e lhe pediu fiado alguns mantimentos. Ela explicou que o seu marido estava muito doente e não podia trabalhar e que tinha sete filhos para alimentar.
O dono do armazém zombou dela e pediu que se retirasse do seu
estabelecimento.
Pensando na necessidade da sua família, ela implorou: "Por favor, senhor, eu lhe darei o dinheiro assim que eu tiver..."
Ele lhe respondeu que ela não tinha crédito e nem conta na sua loja.
Em pé no balcão ao lado, um freguês que assistia a conversa entre os dois se aproximou do dono do armazém e lhe disse que ele deveria dar o que aquela mulher necessitava para a sua família por sua conta.
Então, o comerciante falou meio relutante para a pobre mulher: "Você tem uma lista de mantimentos?"

"Sim", respondeu ela.”
"Muito bem, coloque a sua lista na balança e o quanto ela pesar, eu lhe darei em mantimentos!"
A pobre mulher hesitou por uns instantes e com a cabeça curvada, retirou da bolsa um pedaço de papel, escreveu alguma coisa e o depositou suavemente na balança. Os três ficaram admirados quando o prato da balança com o papel desceu e permaneceu em baixo.
Completamente pasmado com o marcador da balança, o comerciante virou-se lentamente para o seu freguês e comentou admirado: "Eu não posso acreditar!"
O freguês sorriu e o homem começou a colocar os mantimentos no outro lado da balança. Como a escala da balança não se equilibrava, ele continuou colocando mais e mais mantimentos até não caber mais nada.
O comerciante ficou parado ali por uns instantes olhando para a balança,
tentando entender o que havia acontecido... Finalmente, ele pegou o pedaço de papel da balança e ficou espantado, pois não era uma lista de compras e sim uma oração que dizia: "Senhor Jesus, o Senhor conhece as minhas necessidades e eu estou deixando isto em suas mãos..."
O homem deu as mercadorias para a pobre mulher no mais completo silêncio, que agradeceu e deixou o armazém. O freguês pagou a conta e disse:
"Valeu cada centavo..."
Só mais tarde o comerciante pode reparar que a balança havia quebrado. Entretanto, só Deus sabe o quanto pesa uma oração...
Quando você receber esta mensagem, faça uma oração. É só isso o que você deve fazer. Não existe impossível para o Senhor Jesus Cristo.

"E o meu Deus, segundo a sua riqueza em glória, há de suprir, em Cristo Jesus, cada uma de vossas necessidades."
Filipenses 4.19

"Jamais desista daquilo que você realmente quer. A pessoa que tem
grandes sonhos e age é mais forte do que aquela que possui todos os fatos".

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011


O FÁCIL, O DIFÍCIL E O IMPOSSÍVEL Autor Desconhecido



O que chamamos de fácil nada mais é do que aquilo que já conhecemos muito bem. E por que conhecemos bem? Porque já convivemos com aquilo diariamente.

Mas, se pensarmos bem, veremos que um determinada coisa se tornou fácil depois de muito tempo de convivência com ela.

Descobrimos, então, que fácil é aquilo que já fizemos repetidas vezes.

Ótimo!

Eu acabo de descobrir uma coisa muito importante: se fácil é aquilo que já repetimos várias vezes, daqui pra frente eu posso então transformar as coisas difíceis e impossíveis.

Como?

• começando desde já a conviver com a possibilidade de alcançá-las;

• começando desde já a praticá-las;

• começando desde já, e em pequenas doses, a fazer com que o impossível torne-se difícil. Mais adiante, fazendo o difíciltornar-se fácil.

Sabemos que ver as coisas dessa maneira não é fácil... é até um pouco difícil, mas também impossível já não é mais, a partir do momento em que já descobrimos, pelo menos, qual é o caminho a seguir.

Se a vida vai ser algo fácil, difícil ou impossível, isso vai depender de nós mesmos.

Aquilo que nem sequer tentamos será sempre impossível.

Aquilo que começamos a tentar agora é difícil.

E aquilo que já fazemos há muito tempo tornou-se algo fácil.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

22 de novembro

PEDIDO A DEUS Autor Desconhecido

Montado em seu cavalo, um rico fazendeiro dirigia-se à cidade como fazia freqüentemente, a fim de cuidar de seus negócios.

Nunca prestara atenção àquela casa humilde, quase escondida no desvio da estrada e, naquele dia, experimentou a insistente curiosidade.

Quem morava ali?

Cedendo ao impulso aproximou-se contornou a residência e, sem desmontar, olhou por uma janela aberta e viu uma garotinha de aproximadamente dez anos, ajoelhada, mãos postas, olhos lacrimejantes.

Ele então pergunta:

- Que fazes você aí minha filha?

- Estou orando a Deus pedindo socorro! Meu pai morreu, minha mãe está muito doente e meus quatro irmãos têm fome.

- Que bobagem, o céu não ajuda ninguém. Está muito distante. Temos que nos virar sozinhos.

Embora irreverente e um tanto rude, era um homem de bom coração. Compadecendo-se, tirou do bolso uma boa soma de dinheiro e entregou à menina.

- Aí está. Vá comprar comida para os irmãos e remédio para a mamãe e esqueça a oração.

Isto feito, retornou à estrada.

Antes de completar duzentos metros, decidiu verificar se sua orientação estava sendo observada, mas para a sua surpresa, a pequena devota continuava de joelhos.

- Ora essa menina, porque não vai fazer o que recomendei? Não lhe expliquei que não adianta pedir?

Então a menina feliz respondeu:

- Já não estou mais pedindo. Estou apenas agradecendo. Pedi a Deus e ele enviou o senho



QUANTO CUSTA UM MILAGRE? Autor Desconhecido

Uma garotinha esperta, de apenas 6 anos de idade, ouviu seus pais conversando sobre seu irmãozinho mais novo.
Tudo que ela sabia era que o menino estava muito doente e que estavam completamente sem dinheiro.
Iriam se mudar para um apartamento num subúrbio, no próximo mês, porque seu pai não tinha recursos para pagar as contas do médico e o aluguel do apartamento.
Somente uma intervenção cirúrgica muito cara poderia salvar o garoto, e não havia ninguém que pudesse emprestar-lhes dinheiro.
A menina ouviu seu pai dizer a sua mãe chorosa, com um sussurro desesperado: Somente um milagre poderá salvá-lo.
Ela foi ao seu quarto e puxou o vidro de gelatina de seu esconderijo, no armário. Despejou todo o dinheiro que tinha no chão e contou-o cuidadosamente, três vezes.
O total tinha que estar exato. Não havia margem de erro. Colocou as moedas de volta no vidro com cuidado e fechou a tampa. Saiu devagarzinho pela porta dos fundos e andou 5 quarteirões até chegar à farmácia.
Esperou pacientemente que o farmacêutico a visse e lhe desse atenção, mas ele estava muito ocupado no momento.
Ela, então, esfregou os pés no chão para fazer barulho, e nada! Limpou a garganta com o som mais alto que pôde, mas nem assim foi notada.
Por fim, pegou uma moeda e bateu no vidro da porta. Finalmente foi atendida!
O que você quer? Perguntou o farmacêutico com voz aborrecida. Estou conversando com meu irmão que chegou de Chicago e que não vejo há séculos, disse ele sem esperar resposta.
Bem, eu quero lhe falar sobre meu irmão. Respondeu a menina no mesmo tom aborrecido. Ele está realmente doente... E eu quero comprar um milagre.
Como? Balbuciou o farmacêutico admirado.
Ele se chama Andrew e está com alguma coisa muito ruim crescendo dentro de sua cabeça e papai disse que só um milagre poderá salvá-lo.
E é por isso que eu estou aqui. Então, quanto custa um milagre?
Não vendemos milagres aqui, garotinha. Desculpe, mas não posso ajudá-la. Respondeu o farmacêutico, com um tom mais suave.
Escute, eu tenho o dinheiro para pagar. Se não for suficiente, conseguirei o resto. Por favor, diga-me quanto custa. Insistiu a pequena.
O irmão do farmacêutico era um homem gentil. Deu um passo à frente e perguntou à garota: Que tipo de milagre seu irmão precisa?
Não sei. Respondeu ela, levantando os olhos para ele. Só sei que ele está muito mal e mamãe diz que precisa ser operado. Como papai não pode pagar, quero usar meu dinheiro.
Quanto você tem? Perguntou o homem de Chicago.
Um dólar e onze centavos. Respondeu a menina num sussurro. É tudo que tenho, mas posso conseguir mais se for preciso.
Puxa, que coincidência, sorriu o homem. Um dólar e onze centavos! Exatamente o preço de um milagre para irmãozinhos.
O homem pegou o dinheiro com uma mão e, dando a outra mão à menina, disse: Leve-me até sua casa. Quero ver seu irmão e conhecer seus pais. Quero ver se tenho o tipo de milagre que você precisa.
Aquele senhor gentil era um cirurgião, especializado em neuro-cirurgia.
A operação foi feita com sucesso e sem custo algum. Alguns meses depois, Andrew estava em casa novamente, recuperado.
A mãe e pai comentavam alegremente sobre a seqüência de acontecimentos ocorridos. A cirurgia, murmurou a mãe, foi um milagre real. Gostaria de saber quanto deve ter custado.
A menina sorriu. Ela sabia exatamente quanto custa um milagre...
Um dólar e onze centavos... Mais a fé de uma garotinha.



O SOL VOLTARÁ A BRILHAR Paulo Roberto Barbosa

"Não temas, crê somente."

(Marcos 5:36)



Há muitos anos atrás, um jovem vendedor de jornais, magro e com as roupas encharcadas pela chuva, continuava trabalhando mesmo sentindo calafrios naquele dia de inverno. Primeiro ele descalçava um dos pés e o comprimia junto à outra perna tentando conseguir um pouco de calor. Depois fazia o mesmo com o outro pé. A todo momento ele gritava de forma estridente: "Jornal matutino! Jornal matutino!" Um homem que passava perto dele e estava bem protegido por seu casaco e guarda-chuva, parou para comprar o jornal e notando o desconforto do menino, disse: "Este tempo é muito ruim para você, não é?" Olhando para cima, o menino fitou o homem e, com um sorriso, respondeu: "Eu não me importo muito, senhor. O sol brilhará novamente".

Que belo quadro da vida cristã! Os ventos gelados das adversidades e os céus cinzentos de um ambiente pecador podem facilmente nos desencorajar. Mas podemos contar sempre com dias melhores porque sabemos que Deus está trabalhando em nossas vidas. Talvez estejamos enfrentando o mau tempo das crises e decepções. As vestes de nossa fé estão frias e não sentimos nenhuma motivação para persistir na busca de nossos sonhos. Todas as circunstâncias sussurram em nossos ouvidos espirituais: "Não há solução... desista".

Mas nós somos filhos de Deus e não podemos ser dirigidos pela situação momentânea. Aprendemos, desde que Jesus veio morar em nosso coração, que há um Deus que nos ama e que nos ajuda mesmo quando a desesperança se apresenta atrevida em nosso caminho. Ela será sempre derrotada porque maior é

Aquele que está em nós. Mais cedo ou mais tarde a vitória virá. Se os ventos contra nós são fortes, logo haverá bonança. Se a tristeza nos invade a alma, logo nosso coração estará regozijando de alegria. Se as chuvas das decepções estiverem molhando as nossas aspirações, logo voltará a brilhar o sol das incontáveis bênçãos do Senhor.



DEUS NUNCA SE ENGANA Autor Desconhecido

Há uma igreja nos EUA chamada "Almighty God Tabernacle" (Tabernáculo do Deus Todo-Poderoso ).

Num sábado à noite o pastor dessa igreja, ficou trabalhando até mais tarde e decidiu ligar para sua esposa antes de voltar para casa.

Era por volta das dez da noite. A esposa não atendeu ao telefone, apesar do pastor deixar tocar várias vezes.
Ele pensou que sua esposa estivesse ocupada e continuou a fazer mais algumas coisas.
Mais tarde, ele tentou de novo e sua esposa atendeu de imediato. Ele perguntou por que ela não havia atendido antes e ela disse que o telefone sequer havia tocado. O pastor ficou bravo, esquecendo-se de que deveria ser um marido compreensivo.

Na segunda-feira seguinte, o pastor recebeu um telefonema no escritório da igreja do número que ele havia discado no sábado à noite.

O homem com quem falava queria saber por que o pastor havia ligado para ele no sábado.
O pastor não entendeu o que aquele homem estava dizendo. Então, o homem disse:
"O meu telefone tocou, tocou, mas eu não atendi". O pastor então lembrou-se do engano e pediu desculpas por perturbá-lo, explicando que ele havia tentado falar com sua esposa.

O homem respondeu:
"Tudo bem. Deixe-me contar minha história: Eu estava planejando me suicidar no sábado à noite.
Antes porém, eu orei dizendo: `Deus, se tu existes e estás me ouvindo e não queres que eu faça isso, dá-me um sinal, agora´.

Naquele momento, o telefone começou a tocar. Eu olhei para o identificador de chamadas e lá estava escrito: "Almighty God" (Deus Todo-Poderoso). E eu fiquei com medo de atender!"

Quando vivemos em plena comunhão com Deus, somos, muitas vezes, usados como vasos de bênçãos pelo Senhor.
Nem sempre podemos saber a importância de um telefonema ou e-mail enviado a um amigo ou até por engano a alguma pessoa.

Não se chateie se, de repente, perceber que o fez por engano.

Deus nunca se engana.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011


Que a paz de Nosso Senhor Jesus esteja com vocês.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011





Ano de grandes vitórias

HOJE HOUVE SALVAÇÃO NESTA CASA! POIS O FILHO DO HOMEM VEIO BUSCAR E SALVAR O QUE ESTAVA PERDIDO. (Lucas 19:9-10)

Quero desejar a você e a toda sua família um novo ano de muitas bênçãos e vitórias, um ano com a presença de Deus em sua vida e de todos os seus, que a paz reine em você e em sua casa, que todos os seus sonhos se realizem e sua vida seja abençoada. Profetizo e determino em sua vida e de sua família um ano de paz, saúde, prosperidade, cura, libertação, restauração e restituição, que 2012 seja um ano de grandes vitórias e eu os abençôo em nome de Jesus. Deus vem a ti hoje para te abençoar e colocar diante de vocês a vida e a morte.

HOJE INVOCO OS CÉUS E A TERRA COMO TESTEMUNHAS CONTRA VOCÊS, DE QUE COLOQUEI DIANTE DE VOCÊS A VIDA E A MORTE, A BENÇÃO E A MALDIÇÃO. AGORA ESCOLHAM A VIDA, PARA QUE VOCÊ E OS SEUS FILHOS VIVAM. (Deuteronômio 30:19)

Deus coloca diante de nós a vida (bênção) e a morte (maldição) para que possamos escolher:

VIDA (benção): Escolher a vida é escolher uma vida plena com Deus, nada a ver com religião ou igreja, mas sim com Deus, ter Jesus no coração, amar a Deus sobre tudo e todos e o próximo como a si mesmo, é escolher ser e fazer sua família feliz, ter paz em sua vida e na sua casa, amar sua esposa e filhos, amar seus pais, trabalhar, passear, dançar, namorar, viver e assim ter a vida eterna ao lado de Deus.

MORTE (maldição): Escolher a morte é escolher uma vida longe de Deus, é escolher uma vida nas drogas, no vício do álcool, do jogo, uma vida na prostituição e no adultério, se destruindo e destruindo sua família, trazendo tristeza a sua casa, escolher a morte é ter uma vida de derrotas, de humilhação e ser lançado no inferno para toda a eternidade.

Então o que você escolhe? A vida ou a morte?

Escolha bem, pois sua escolha afetará sua vida para toda a eternidade e de sua família também, pois como diz na Palavra, ESCOLHAM A VIDA, PARA QUE VOCÊ E OS SEUS FILHOS VIVAM, então pense bem, se escolher a morte estará também colocando sua família em grande risco. Escolha a vida e tenha Jesus em seu coração, Ele reinará em ti e te dará uma vida de vitórias. Se ainda não aceitou Jesus como Seu único Senhor e Salvador, faça isto agora, Deus entrará em seu coração e estará contigo todos os dias até a consumação dos séculos. Repita esta oração de todo seu coração e Ele reinará em ti hoje e sempre, independente de religião, ore:

SENHOR JESUS EU PRECISO DE TI ABRO A PORTA DO MEU CORAÇÃO E
O RECEBO COMO MEU ÚNICO SENHOR E SALVADOR, PERDOE MEUS PECADOS, ESCREVA MEU NOME NO LIVRO DA VIDA E FAÇA DE MIM O QUE
DESEJA QUE EU SEJA. AMÉM.

Pronto Jesus entrou no seu coração, agora sua vida será transformada pelo poder do Espírito Santo de Deus. Você terá uma nova vida e de criatura de Deus passa a ser Filho (a) de Deus. Estou orando por você e estou a sua disposição para o que precisar. Visite nosso site e participe temo muitas bênçãos pra você: www.igrejamissionariavirtual.com.br

sexta-feira, 21 de outubro de 2011


Deserto é prova de Deus está agindo.Não há cristianismo sem “deserto”,nem deserto sem tribulações Deus não examina você procurando medalha ,certificados ou diplomas ,mais sim “cicatrizes”. As marcas do deserto ,são de fato sinais de uma vida que peregrinou sob a confiança do senhor
O deserto machuca,mas “enriquece “”Queima “ a pele ,”Tempera “o caráter.
No deserto há dispensação da graça de Deus suprindo as necessidade de cada dia .
Sempre que Deus pretende usar alguém ,Ele conduz ao deserto para exercitá-lo nos limites de dependência.
Diante dos percalços da vida o Senhor nos promete superação!
Ele não deixara que nada atrapalhe a nossa trajetória !
Nada e ninguém podem nos impedir de alcançar aquilo que é por direito ,nosso !
Ainda que o inferno se levante ,ainda que pareça difícil ,ainda que tudo digna que você não vai conseguir .
Deus diz:ninguém vai poder parar você .
Por-que a obra de Deus começou Ele vai terminar
Deus os abençoe!!

terça-feira, 30 de agosto de 2011




A ESCOLHA Autor desconhecido

Numa área militar, um general precisava escolher na tropa de novos recrutas um soltado que pudesse trabalhar no gabinete dele. Devia ser alguém que mesmo pressionado pela rigidez da rotina militar tivesse serenidade e responsabilidade, pois estaria responsável por conduzir documentos importantes.


O dia já estava no fim e a tropa já estava em forma, pronta para deixar o quartel e só retornar no dia seguinte. De repente o general teve uma idéia e mandou que fosse dada a seguinte ordem: “Todos os recrutas deverão entrar em forma no pátio principal.”


A ordem foi prontamente atendida, e os soldados foram todos conduzidos já de banho tomado e preparados para deixar o quartel. Ao chegarem no pátio, este estava repleto de cadeiras empilhadas de forma desordenada umas sobre as outras. O general então ordenou que aqueles recrutas colocassem suas bolsas no chão e que conduzissem aquelas cadeiras para uma sala que acabara de ser pintada e que ficava bem distante do pátio, e avisou que a tropa só estaria liberada após o cumprimento da missão. Sentado em uma poltrona dentro da sala, ele observava aqueles soldados numa louca correria, pois queriam que o trabalho acabasse logo para, assim, estarem liberados e voltar para casa. O general reparou que na pressa de ir embora aqueles soldados colocavam as cadeiras de qualquer jeito na sala, mas reparou em um soldado que mesmo com toda a pressa colocava as cadeiras de forma organizada e distante das paredes da sala, preocupado em não estragar a pintura que havia sido feita. Ao final da tarefa, o general ordenou que a tropa voltasse novamente ao pátio e, revelando a todos o que fizeram, mandou que aquele soldado fosse conduzido ao seu gabinete, pois a partir daquele momento este seria responsável por cuidar do gabinete do general.


Moral da história:

Quantas vezes os problemas do dia-a-dia têm nos levado a realizar a missão que Deus tem nos dado de forma relaxada e irresponsável. Temos que ter em nossas mentes que não podemos fazer a obra de Deus de qualquer maneira, pois não a estamos fazendo para os homens, apenas cumprindo a missão que nos foi dada por Jesus Cristo.

terça-feira, 16 de agosto de 2011


entenário das Assembléias de Deus no Brasil
"Desde 1910 Disseminando Bênçãos para o Brasil e o Mundo"
Uma mensagem a todos os membros de Centenário das Assembléias de Deus no Brasil

Que coisa maravilhosa! Isso aumenta a nossa fé.Jesus voltará!!!!!!!!!!!!!!!

POR QUE JESUS DOBROU O LENÇO?


O LENÇO DOBRADO (João 20:7)

Por que Jesus dobrou o lenço que cobria sua cabeça no sepulcro depois de sua ressurreição?

Eu nunca havia detido minha atenção a esse detalhe.

Em João 20:7 - nos conta que aquele lenço que foi colocado sobre a face de Jesus, não foi apenas deixado de lado como os lençóis no túmulo. A Bíblia reserva um versículo inteiro para nos contar que o lenço fora dobrado cuidadosamente e colocado na cabeceira do túmulo de pedra.

Bem cedo pela manhã de domingo, Maria Madalena veio à tumba e descobriu que a pedra havia sido removida da entrada. Ela correu e encontrou Simão Pedro e outro discípulo, aquele que Jesus tanto amara {João Batista} e disse ela: "Eles tiraram o corpo do Senhor e eu não sei para onde eles o levaram."

Pedro e o outro discípulo correram ao túmulo para ver. O outro discípulo passou à frente de Pedro e lá primeiro chegou. Ele parou e observou os lençóis, mas ele não entrou. Então Simão Pedro chegou e entrou. Ele também notou os lençóis ali deixados, enquanto o lenço que cobrira a face de Jesus estava dobrado e colocado em um lado.

Isto é importante? Definitivamente.

Isto é significante? Sim.

Para poder entender a significância do lenço dobrado, você tem que entender um pouco a respeito da tradição Hebraica daquela época.

O lenço dobrado tem que a ver com o Amo e o Servo; e todo menino Judeu conhecia a tradição.

Quando o Servo colocava a mesa de jantar para o seu Amo, ele buscava ter certeza em fazê-lo exatamente da maneira que seu Amo queria.

A mesa era colocada perfeitamente e o Servo esperaria fora da visão do Amo até que o mesmo terminasse a refeição. O Servo não se atreveria nunca tocar a mesa antes que o Amo tivesse terminado a refeição.

Se o Amo tivesse terminado a refeição, ele se levantaria, limparia seus dedos, sua boca e limparia sua barba e embolaria seu lenço e o jogaria sobre a mesa. Naquele tempo o lenço embolado queria dizer: "Eu terminei".

Eu não sabia a respeito.

Se o Amo se levantasse e deixasse o lenço dobrado ao lado do prato, o Servo não ousaria em tocar a mesa porque o lenço dobrado queria dizer:

"Eu voltarei!"

Ele está voltando! O recado nos foi dado claramente!

Oro para que você seja abençoado com a paz e a alegria em saber que Ele está voltando e isso pode ser muito breve.

Esteja pronto, preparado!

Deus abençoe a todos vocês que crêem!

Abraços.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011


UM MILAGRE CHAMADO "AMIZADE" Autor desconhecido

Zé estava voltando para casa, vindo da escola, um dia, quando ele percebeu que o garoto andando na frente dele tinha tropeçado e deixado cair todos os livros que ele estava carregando, uma bola de futebol e um pequeno radinho. Zé ajoelhou-se ajudou o garoto a pegar os seus objetos que estavam esparramados pelo chão.
Já que eles estavam indo na mesma direção, Zé ajudou a carregar um pouco dos objetos. Enquanto eles caminhavam, Zé descobriu que o nome do garoto era Toinho, que ele adorava vídeo game, futebol e história, que ele estava tendo muita dificuldade com as outras matérias, e que ele tinha acabado de terminar com sua namorada.
Eles chegaram à casa de Toinho primeiro e Zé foi convidado a entrar para tomar um suco e assistir um pouco de televisão. A tarde passou agradavelmente com algumas risadas e um papinho de vez em quando, até que Zé decidiu ir para casa.
Eles continuaram a se encontrar na escola, almoçavam juntos de vez em quando, até que ambos se formaram do primeiro colegial. Eles ficaram na mesma escola, onde eles continuaram amigos ao passar dos anos.
Finalmente, o tão esperado ano do terceiro colegial chegou, e 3 semanas antes da formatura, Toinho chamou para Zé para conversar um pouco. Toinho lembrou Zé do dia que eles se conheceram. Toinho perguntou: - Você nunca se perguntou porque eu estava carregando tantas coisas para a minha casa naquela dia?... Eu estava limpando o meu armário na escola porque eu não queria deixá-lo uma bagunça para a próxima pessoa que o fosse usar.
Naquele dia, eu tinha escondido alguns dos calmantes da minha mãe e estava indo para minha casa para cometer suicídio. Mas, depois de termos passado aquele dia juntos, conversando e rindo, eu percebi que se eu tivesse me matado, eu teria perdido aquele momento e tantos outros que estariam por vir.
Zé, quando você me ajudou a pegar aqueles livros do chão naquele dia, você fez muito mais do que somente me ajudar. Você salvou a minha vida....
Cada pequeno “oi”, cada sorriso, cada ajuda são capazes de salvar um coração machucado.
Há um milagre chamado "Amizade".
Você não sabe como ela aconteceu ou quando começou, mas você sabe a alegria que ela traz e percebe que a "Amizade" é um dos dons mais preciosos que o ser humano possui.
Amigos são jóias preciosas, realmente, e duram até a eternidade.
Eles nos fazem sorrir e nos encorajam para o sucesso. Eles estão sempre ali para nos ouvir, para nos elogiar, e estão sempre de corações abertos para nos receber.

quarta-feira, 27 de julho de 2011




AMOR DE VERDADE Autor Desconhecido

Martin era um sapateiro em uma vila pequena.

Desde que morreu a esposa e os filhos, ele se tornou triste.

Um dia, um homem sábio lhe falou que ele deveria ler os evangelhos porque lá ele descobriria como Deus gostaria que ele vivesse.

Martin passou a ler os evangelhos. Certo dia leu a narrativa do evangelho de Lucas do banquete em casa do rico fariseu que recebeu Jesus em sua casa, mas não providenciou água para os pés, nem ungiu a cabeça de Jesus, nem o beijou.

Naquela noite, Martin foi dormir pensando em como ele receberia Jesus, se ele viesse a sua casa. De repente, acordou sobressaltado com uma voz que lhe dizia:

"- Martin! Olha para a rua amanhã, pois eu virei."

Logo cedo, o sapateiro acendeu o fogo e preparou sua sopa de repolho e seu mingau. Começou a trabalhar e se sentou junto à janela para melhor ver a rua. Pensando na noite da véspera, mais olhava a rua do que trabalhava.

Passou um porteiro de casa, um carregador de água. Depois uma mulher com sapatos de camponesa, com um bebê ao colo. Ela estava vestida com roupas pobres, leves e velhas. Segurando o bebê junto ao corpo, buscava protegê-lo do vento frio que soprava forte. Martin convidou-a a entrar e lhe serviu sopa.

Enquanto comia, ela contou sua vida. Seu marido era soldado. Estava longe há oito meses. Ela já vendera tudo o que tinha e acabara de empenhar seu xale.

Martin buscou um casaco grosso e pesado e envolveu a mulher e o filho. Depois de alimentados e agasalhados, eles se foram, não sem antes Martin deixar na mão da pobre mãe umas moedas para que ela pudesse tirar o xale do penhor.

Quando um velho que trabalhava na rua, limpando a neve da frente das casas, parou para descansar, encostado à parede da sua oficina e lar, Martin o convidou a entrar. Serviu-lhe chá quente e lhe falou da sua espera. Ele aguardava Jesus. O velho homem foi embora, reconfortado no corpo e na alma e Martin voltou a costurar uma botina.

O dia acabou. E quando ele não podia mais ver para passar a agulha pelos furos do couro, juntou suas ferramentas, varreu o chão e colocou o lampião sobre a mesa. Buscou o Evangelho e o abriu. Então, ouvindo passos, ele olhou em volta. Uma voz sussurrou:

"-Martin, você não me conhece?"

"-Quem é?", perguntou o sapateiro.

"-Sou eu" disse a voz. E num canto da sala, apareceu a mulher com o bebê ao colo. Ela sorriu, o bebê também e então desapareceram.

"-Sou eu" tornou a falar a voz. Em outro canto apareceu o velho homem. Sorriu. E desapareceu.

A alma de Martin se alegrou. Ele começou a ler o evangelho onde estava aberto:

"Porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era hóspede, e me recolhestes." No fim da página, ele leu: "quantas vezes vós fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim é que o fizestes."

E Martin compreendeu que o Cristo tinha ido a ele naquele dia, e que ele o recebera bem.

A FIDELIDADE DE DEUS Autor Desconhecido

Certo dia, durante a programação de uma emissora, ligou para certa rádio uma senhora que estava passando por momentos muito difíceis. Aproveitando aquela oportunidade, ela resolveu fazer seu apelo e disse:

- Estou passando por uma grande prova o desemprego bateu em minha porta, tenho filhos pequenos, meu esposo esta fazendo alguns serviços extras, porém a renda não é suficiente. Se algum irmão puder me ajudar com qualquer alimento, eu ficaria muito grata; aquilo que Deus tocar em seu coração, eu agradeço e será de grande ajuda.

E ali ela aproveitou para dar o seu endereço. Entretanto no momento desse apelo, um homem ateu estava ouvindo a programação e disse: é hoje que eu mostro que Deus não se importa com ninguém! Então, ele se dirigiu para o mercado e fez toda aquela compra. De tudo comprou, e em dobro. Chegou a casa e disse para duas pessoas que trabalhavam com ele:

- Vocês vão até a casa desta senhora, vão entregar esta compra e, quando ela perguntar quem mandou, vocês vão dizer que foi o diabo. O diabo é quem está enviando esta compra.

Aqueles homens seguiram rumo à casa da senhora. Bateram palmas e ela, humilde, atendeu. Eles disseram:

- Viemos trazer esta compra para a senhora.

- Entrem, por favor. Vão colocando aqui...

E ali descarregaram tudo. E a senhora disse:

- Que Deus abençoe, muito obrigado, muito obrigado mesmo!

E aqueles dois homens pararam, olharam um para o outro e sussurraram:

- Será que ela não vai perguntar quem mandou a compra?

E o outro respondeu:

- Não sei... estranho né?

Então o primeiro com todo o seu atrevimento, perguntou:

- Ei, você não vai perguntar quem mandou esta compra?

E a senhora, com muita sabedoria, respondeu:

- Eu não, porque quando o meu Deus manda, até o diabo obedece...



Em todo o tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão" Prov. 17:17

A conclusão clara do versículo é que o "amigo" é diferenciado do "irmão".
Isso não devia ser. Outra tradução diz:
"Em todo o tempo ama o amigo, e na angústia nasce o irmão".
E Plumptre traduz assim: "Em todo o tempo ama o amigo,
Mas na adversidade torna-se um irmão".
Isto é rico, é o melhor e ajuda muito,
Enfatizando para nós o valor duradouro e permanente
Da verdadeira amizade cristã.
Aqui não temos "um amigo dos tempos bons".
Não temos um amigo falso, fingindo o que é longe da verdade.
Aqui temos o artigo genuíno, a coisa verídica,
Porque alguém que expressa tal amizade,
É alguém de quem podemos depender.
É alguém em quem podemos confiar implicitamente;
Alguém a quem podemos segredar com segurança;
Alguém que estará ali na necessidade,
Quando o caminho é duro e a adversidade surpreende.
Este é verdadeiramente um amigo fiel!

Obrigado por lembrar do meu aniversário,
E que o DEUS TODO PODEROSO, possa abençoar ricamente,
A cada dia a sua vida, e te cobrir de inúmeras BENÇÃOS.

TE AMO EM CRISTO JESUS.

quarta-feira, 20 de julho de 2011


FELIZ DIA DO AMIGO!!!

AMIGO é quem te dá um pedacinho do chão quando é de terra firme que VOCÊ precisa,
ou um pedacinho do céu, se é o sonho que te faz falta.
AMIGO é mais que ombro AMIGO, é mão estendida, mente aberta, coração pulsante.
AMIGO é aquele que te diz "EU TE AMO" sem qualquer medo de má interpretação.
AMIGO é quem TE AMA "e ponto".
É verdade e razão, sonho e sentimento.
AMIGO é pra sempre, mesmo que o sempre não exista.

"Ser AMIGOS é pra sempre, como ETERNO é NOSSO DEUS
Como AMIGOS nós diremos: até breve, não adeus.
Na distância só o amor perdura.
Mas perto estaremos, Pois o amor brotou sincero e vai nos conservar num só".

OBRIGADA AMIGO(A) pela sua Amizade em minha vida.
Que DEUS continue lhe abençoando e lhe conservando essa pessoa linda e maravilhosa.

"Bons AMIGOS são difíceis de encontrar , mais difíceis ainda de deixar , e impossíveis de esquecer."

EU TE AMO EM CRISTO JESUS!!

QUE DEUS CONTINUE ABENÇOANDO A NOSSA AMIZADE.

segunda-feira, 11 de julho de 2011




PB.MESSIAS
ACREDITE EM VC
Os q vencem são aqueles q nunca desistem.
(Jr.33;3) Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei
coisas grandes e firmes q ñ sabes.
Deus age e Ele te diz q é p/ erguer a cabeça e persistir,
enfrentar os obstáculos e se fortalecer,
Pq a fé ñ pode estar em emoções e sim nas promessas de Deus.
Ñ tenha medo.Creia na palavra.
Enfrenta os problemas, reconstrua e comece a olhar para o futuro.
Acredite em vc,vc precisa prosseguir, continuar.
Vc é quem vc imagina ser. Acredite no seu potencial.
Use de autoridade, em vc há poder para colocar por terra o inimigo da doença,
pobreza, contenda da inveja etc.
Nem tudo está perdido, Deus vai levantar uma fortaleza para te proteger.
Diga sempre q vc é um projeto de Deus.
E todo o projeto q Ele fez, Ele fez p/ dar certo.
Acredite, vc pode, consegue!Em nome de Jesus!
Receba a tua benção,e sê vitorioso!

sábado, 2 de julho de 2011



CLAREANDO A ESCURIDÃO Daniel Alfa

"Porque Deus, que disse: Das trevas brilhará a luz, é quem brilhou em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus na face de Cristo"
(II Coríntios 4:6)

Certo pregador visitou uma fábrica onde valiosa porcelana estava sendo produzida.
O que mais despertou sua curiosidade foi a pintura feita nas peças antes que entrassem no forno.
A porcelana já havia passado por diversos processos e estava agora nas mãos de um artista que estava colocando as cores.
O pregador notou que uma grande quantidade de preto estava sendo usada.
Perguntou o motivo de tanto preto já que não parecia embelezar a porcelana.
O artista lhe respondeu:
- "É preto agora mas será ouro quando sair do fogo."
Nem sempre as coisas são como nos parecem.
Aquilo que aos nossos olhos sugerem ser de bom proveito pode nos trazer problemas e aflições.
Enquanto isso, muitas coisas que soam para nós negativas e passíveis de serem rechaçadas, podem se tornar motivos de alegria e bênçãos.
O melhor a fazer é colocar tudo que temos e pretendemos no altar de Deus.
O que for bom será aprimorado e o que for ruim será transformado.
Quando passamos pelo processo de amor do Senhor a nossa vida começa a ser apreciada por todos porque o resultado da ação do Grande Artista celestial é notada por aqueles que de nós se aproximam.
Se os seus dias parecem negros, deixe que o Senhor os faça brilhar como ouro puro.
Se seus sonhos e anseios se mostram sombrios, deixe o Senhor operar e logo também estarão reluzindo como ouro.
Se você acha que sua vida não tem mais jeito por causa da vida obscura que leva, consequência de seus pecados, olhe para Jesus, abra-lhe o coração, e seu futuro será mais brilhante do que todo o ouro deste mundo.
Não desanime jamais, mesmo que você se encontre em grande escuridão.
Confie em Deus e verá que das trevas Ele fará brilhar intensa luz.

terça-feira, 28 de junho de 2011

sábado, 25 de junho de 2011


Seja paciente
Um famoso professor de Psicologia nos Estados Unidos, Harry Gilman, uma vez declarou: “Uma criança sempre vai pegar o pirulito; somente o adulto, capaz de observar e refletir, pensa nas cáries e na má nutrição”.

Em outras palavras, Harry Gilman quis dizer que somente uma pessoa emocionalmente amadurecida, que já atravessou alguma vez grandes adversidades, será capaz de observar e avaliar de forma racional as suas tomadas de decisões.

Quanto mais forte soprar o vento sobre uma labareda, mais ela brilhará na escuridão. Eis o motivo pelo qual somos provadas por Deus. O Senhor não nos permite passar pelos ventos das tribulações para nos enfraquecer (Romanos 5.3-5). Ele nos prova porque nos ama, quer nos amadurecer e ampliar a nossa visão espiritual, tornando-nos mulheres vitoriosas para a glória do Seu nome.

Portanto, se você estiver atravessando momentos de tribulação em sua casa, se não tem tido um bom relacionamento com o seu esposo ou com os seus filhos, aproveite este dia para apresentar a Deus em oração toda a sua família, os seus parentes, os seus amigos e irmãos em Cristo. Peça ao Senhor que aumente a sua fé e lhe conceda capacidade e inteligência para tomar a decisão certa que garantirá a sua vitória.

Elizete Malafaia

sexta-feira, 24 de junho de 2011


obrigada Jesus pelas dadivas recebidas em minha vida ,e a maior delas e poder ser mãe

quarta-feira, 15 de junho de 2011




Receita da minha beleza!!!

Eis aqui uma excelente receita que utilizo para melhorar minha aparência, sem o uso de cosméticos:
**********
- Para meus lábios,
uso a verdade.
- Para minha voz,
uso a oração.
- Para os meus olhos,
uso a simpatia.
- Para minhas mãos,
uso a caridade.
- Para minha atitude,
uso a retidão.
- Para o meu coração,
uso o amor.
Procuro manter um sorriso todo o tempo, pois ele é o cartão de visita das pessoas saudáveis.
Deus abençoe grandemente sua vida no nome de Jesus...
Sorria Jesus Te Ama...

terça-feira, 14 de junho de 2011



O URSO E A PANELA Autor Desconhecido



Um grande urso, vagando pela floresta, percebeu que um acampamento estava vazio, foi até a fogueira, ardendo em brasas, e dela tirou um panelão de comida. Quando a tina já estava fora da fogueira, o urso abraçou com toda sua força e enfiou a cabeça dentro dela, devorando tudo. Enquanto abraçava a panela, começou a perceber algo lhe tinha atingindo. Na verdade, era o calor da tina... Ele estava sendo queimado nas patas, no peito e por onde mais a panela encostava. O urso nunca havia experimentado aquela sensação e, então, interpretou as queimaduras pelo seu corpo como uma coisa que queria lhe tirar a comida. Começou a urrar muito alto. E quanto mais alto rugia, mais apertava a panela quente contra seu imenso corpo. Quanto mais a tina quente lhe queimava, mais ele apertava contra o seu corpo e mais alto ainda rugia. Quando os caçadores chegaram ao acampamento, encontraram o urso recostado a uma árvore próxima a fogueira segurando a tina de comida. O urso tinha tantas queimaduras que o fizeram grudar na panela e, seu imenso corpo, mesmo morto, ainda mantinha a expressão de estar rugindo.

Quando terminei de ouvir esta história de um mestre, percebi que, em nossa vida, por muitas vezes, abraçamos certas coisas que julgamos serem importantes. Algumas delas nos fazem gemer de dor, nos queimam por fora e por dentro, e mesmo assim, ainda as julgamos importantes. Temos medo de abandoná-las e esse medo nos coloca numa situação de sofrimento, de desespero. Apertamos essas coisas contra nossos corações e terminamos derrotados por algo que tanto protegemos, acreditamos e defendemos. Para que tudo dê certo em sua vida, é necessário reconhecer, em certos momentos, que nem sempre o que parece salvação vai lhe dar condições de prosseguir. Tenha coragem e a visão que o urso não teve. Tire de seu caminho tudo aquilo que faz seu coração arder. Solte a panela!

quarta-feira, 8 de junho de 2011


O Mestre e o Escorpião
Lição de vida! Relacionamento!
Aprendam isso com uma lição de vida, o marketing do relacionamento: Um mestre oriental viu que um escorpião estava se afogando, e decidiu tirá-lo da água, mas quando o fez, o escorpião o picou. Pela reação de dor, o mestre o soltou e o animal caiu de novo na água e estava se afogando.O mestre tentou tirá-lo, e novamente o animal o picou. Alguém que estava observando aproximou-se do mestre e disse: "Desculpe-me mas você é teimoso! Não entende que todas as vezes que tentar tirá-lo da água ele irá picá-lo?" O mestre respondeu: "Ele age de acordo com a sua natureza, a natureza do escorpião é picar, e isto não vai mudar a minha natureza, que é ajudar". Então, com a ajuda de uma folha o mestre tirou o escorpião da água e salvou sua vida. "Não mude sua natureza se alguém te faz algum mal; apenas tome precauções." Alguns perseguem a felicidade, outros a criam... "Quando a vida te apresentar mil razões para chorar, mostre-lhe que tens mil e uma razões pelas quais sorrir."

OLHANDO PARA JESUS Daniel Alfa

"Mas, sentindo o vento, teve medo; e, começando a submergir, clamou: Senhor, salva-me."

(Mateus 14:30)

Um homem bem sucedido contou como aprendeu, com seu tio, muitos anos antes, a arar a terra.
Disse ele:
Eu assisti como ele começava a preparar o solo.
Primeiro ele fazia um sulco redondo no meio do campo.
Depois, seguindo dali, traçava sulcos sempre em linha reta.
Chegou, finalmente, o momento de eu trabalhar na terra, fazendo, eu mesmo, os sulcos onde as sementes seriam plantadas.
Eu sempre o via seguindo em linha reta no campo como uma seta. Perguntei, então, a ele, qual o segredo de seu sucesso.
Ele respondeu:
- "Nunca deixe seu olhar se desviar de um objetivo fixo. Olhe somente para a frente."
Então, mandando-me assumir o seu lugar, ele disse:
- "Eu vou me colocar na outra ponta e você manterá os olhos em mim o tempo todo."
Este também é o segredo de uma vida cristã vitoriosa:
Olhar atentamente para Jesus.

O cristão deve seguir a Cristo, não importa o quanto isso custe.
Devemos continuar seguindo-o, sem desviar a atenção para qualquer outro lado, traçando,
por Sua graça, "o sulco em linha reta."
Quando Pedro, no Mar da Galiléia, soube que era Jesus quem vinha andando sobre as águas, pediu-lhe que permitisse que pudesse caminhar também sobre as ondas.
O Senhor lhe concedeu e Pedro começou a andar, flutuando, sobre as águas que até então o aterrorizavam.
Mas, "prestando atenção aos ventos," começou a afundar.
Cristo tomou-lhe pela mão e repreendeu sua falta de fé.
Se não olhamos diretamente para o Senhor, desviando nossa mente para coisas que estão ao nosso redor, perdemos as bênçãos almejadas e pelo Senhor preparadas para nós.
Dessa maneira, os sulcos de nossa caminhada ficam tortos, saindo do rumo, tornando o alcance de nossos sonhos cada vez mais distante.
Olhando somente para Cristo você alcançará a bênção desejada.

terça-feira, 24 de maio de 2011




Isaías 41:9-11 -
Peguei-lhe dos confins da terra,
a partir do seu confins eu te chamei.
Eu disse: 'Tu és meu servo;
Eu te escolhi e não te rejeitou.
Portanto, não temas, porque eu sou contigo;
não te espantes, porque eu sou teu Deus.
Eu te fortaleço e ajudá-lo;
Eu os protejo com a minha destra fiel.
"Todos os que a raiva contra si
certamente vai ter vergonha e desgraçado;
aqueles que se opõem a você
serão como nada e perecerão.
__________________________

Lembre-se, mesmo em circunstâncias dolorosas, essas coisas são certas: Jesus
stands
conosco, Ele nos fortalece para qualquer tarefa que Deus quer realizar, e
ele
nos permitirá cumprir o propósito de Deus até nosso último suspiro. Ser consolado
e
encorajados pelas promessas do Senhor vivo.

domingo, 22 de maio de 2011



SALMO 6

1 Senhor, não me repreendas na tua ira, nem me castigues no teu
furor.

2 Tem compaixão de mim, Senhor, porque sou fraco; sara-me, Senhor,
porque os meus ossos estão perturbados.

3 Também a minha alma está muito perturbada; mas tu, Senhor, até
quando?...

4 Volta-te, Senhor, livra a minha alma; salva-me por tua
misericórdia.

5 Pois na morte não há lembrança de ti; no Seol quem te louvará?

6 Estou cansado do meu gemido; toda noite faço nadar em lágrimas a
minha cama, inundo com elas o meu leito.

7 Os meus olhos estão consumidos pela mágoa, e enfraquecem por causa
de todos os meus inimigos.

8 Apartai-vos de mim todos os que praticais a iniquidade; porque o
Senhor já ouviu a voz do meu pranto.

9 O Senhor já ouviu a minha súplica, o Senhor aceita a minha oração.

10 Serão envergonhados e grandemente perturbados todos os meus
inimigos; tornarão atrás e subitamente serão envergonhados.

quarta-feira, 18 de maio de 2011




VINDE A MIM Autor Desconhecido

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.”

Mateus 11:28-30



O convite é tentador, pois o Mestre promete alívio para as dores humanas.

Também garante repouso para as almas, ao afirmar que seu jugo é suave e seu fardo é leve.

Em um mundo turbulento, alívio, repouso, suavidade e leveza são autênticos tesouros.

Em meio à correria da vida moderna, é possível ser rico de tudo, menos de paz.

Por vezes, as tarefas e os compromissos surgem esmagadores.

Na busca de sucesso e de bens materiais, as pessoas perdem a noção do que realmente importa.

As horas de trabalho são multiplicadas, talvez desnecessariamente. Para comprar um carro mais novo ou uma casa maior, abre-se mão de um precioso tempo de repouso ou meditação.

A convivência familiar torna-se algo secundário.

Garante-se que os filhos tenham acesso às melhores escolas, mas se abre mão de transmitir-lhes valores. Os jovens são instruídos, mas não educados.

Para lucrar bastante, profissionais deixam de lado à ética. Passam a ter vergonha de si próprios, enquanto ganham muito dinheiro. Com o objetivo de terem companhia, ainda que temporária muitas mulheres abdicam de sua dignidade feminina.

Para parecerem modernos jovens aceitam experimentar cigarros, bebidas e drogas. Tudo parece valer à pena, desde que seja possível surgir aos olhos alheios como bem-sucedido.

Entretanto, a alma permanece carente de paz.

As conquistas materiais cintilam, mas os seus possuidores adoecem, desenvolvem problemas de sono e distúrbios psicológicos os mais diversos.

São ricos de coisas e de distrações, mas lamentáveis em seu desequilíbrio. Estão conquistando o mundo, mas perdendo a si próprios.

Nesse contexto turbulento, convém recordar as palavras de Jesus, Ele ofereceu alívio, repouso, suavidade e leveza, são genuínos tesouros, que ninguém pode roubar.

Oscilações da Bolsa de Valores, desemprego, doenças e traições, nada conseguem afetar o verdadeiro equilíbrio espiritual.

Quem adquire paz de espírito jamais a perde.

Mas é importante observar que Jesus não apenas fez o oferecimento. Também recomendou que se aprendesse com ele, que é brando e humilde de coração. Ou seja, é preciso seguir os exemplos do Cristo, a fim de se viver em paz.

Ele enfatizou a importância da brandura e da humildade.

Assim, para não se perder nas ilusões mundanas, importa manter-se humilde.

Igualmente convém desenvolver brandura, não se imaginar em combate feroz com os semelhantes.

Não é preciso vencer ninguém para ser feliz. Instruir-se e trabalhar, pois isso é necessário à vida. Mas não gastar tempo em disputas vãs ou ilusões passageiras.

Jamais admitir corromper a própria essência, mesmo diante das maiores tentações. Havendo dúvida sobre a conduta correta, recordar a figura digna e sábia de Jesus.

Ter em mente os sublimes exemplos do Cristo é o melhor antídoto contra ilusões que apenas causam sofrimentos. Segui-los pode não ser fácil, mas eles constituem um jugo suave, na medida em que propiciam a verdadeira paz.

terça-feira, 17 de maio de 2011




ENCHENTES COM FORÇA DESTRUIDORA DE TERREMOTO, TSUNAMIs, TERREMOTO, etc.....

Pr.Brunoni - Jesus nos mandou fazer algo importante enquanto há tempo, diante do quadro assombroso: Sinais no Sol, na Lua e nas estrelas; sobre a Terra angústia(terremotos, TSUNAMIs, hiperatividade do sol,aquecimento global, derretimento das geleiras com vulcão acelerando todo o processo do degelo, violência, PESTES OU EPIDEMIAS, ENCHENTES COM FORÇA DESTRUÍDORA DE TERREMOTO) grifo meu..., entre as nações em perplexidade; homens desmaiando de terror e pela expectativa das coisas que sobrevirão ao mundo (Lc. 21: 25, 26). E é isto que devemos fazer diante desse quadro: “...EXULTAI E ERGUEI AS VOSSAS CABEÇAS; PORQUE A VOSSA REDENÇÃO SE APROXIMA”. (Lucas 21:28). Ele nos deu, também esta ordem: “ASSIM TAMBÉM VÓS; QUANDO VIRDES TODAS ESTAS COISAS SABEI QUE (ELE, JESUS) ESTÁ PRÓXIMO ÀS PORTAS” (MT. 24:33). Bem, este é o nosso comportamento perante o quadro assombroso que se aproxima, mas é bom lembrar que Jesus não nos mandou exultar por causa do quadro, e sim por causa do que esse quadro significa e nos aponta:

A NOSSA REDENÇÃO! A IGREJA DE CRISTO DESAPARECE DO MUNDO – É O ARREBATAMENTO! MARANATHA!

sexta-feira, 13 de maio de 2011




COMO NÃO CAIR (Pr.Brunoni)

"Pois tu livraste a minha alma da morte; não livrarás os meus pés da queda, para andar diante de Deus na luz dos viventes?" (Salmo 56:13)

Quando uma pessoa recebe Cristo como Salvador, ela deve começar, em seguida, a vida cristã. Haverá muitas tentações ao longo do caminho, no entanto, assim como muitas pressões para se retratar, muitas dores, muitas dificuldades. Como é que o "bebê" em Cristo deve fazer para não tropeçar e cair?

A resposta, claro, é que são mantidos pela mesma graça que nos salvou, em primeiro lugar! O Senhor Jesus morreu para nos salvar da morte eterna no inferno, com certeza, nós podemos "ser salvos pela sua vida" de cair, enquanto estamos vivos (Romanos 5:10). Nosso versículo antecipa essa grande verdade do Novo Testamento. Se o Senhor pode libertar minha alma da morte, certamente Ele pode manter meus pés longe da queda! Outros versos maravilhosos nos salmos dão a mesma garantia. Por exemplo: "Os passos de um homem bom são confirmados pelo SENHOR, e deleita-se no seu caminho Ainda que caia, não ficará prostrado. Porque o SENHOR o sustém com a sua mão" (Salmo 37:23 - 24).

É importante, claro, que cada pessoa que professa a fé em Cristo a certeza de que sua fé é real, está baseada no verdadeiro Jesus Cristo como Criador, Redentor e Senhor, não numa fé sentimental em "um outro Jesus,... Ou outro evangelho "(2 Coríntios 11:4). Como Pedro exorta: "Apressa-te a fazer a sua vocação e eleição: para se fizeres essas coisas, nunca jamais cair" (2 Pe 1:10).

E depois, nas últimas palavras do Novo Testamento antes do livro do Apocalipse, que são dirigidos de novo a Cristo. "Ora, àquele que é poderoso para vos guardar de tropeçar, e apresentar-vos irrepreensíveis diante da sua glória, com alegria, ao único Deus sábio, Salvador nosso, seja glória e majestade, domínio e poder, agora e sempre. Amém. "(Judas 24-25). Que bendita segurança é essa! Ouviremos o nosso nome ser camado! Seremos arrebatados! Vigie e ore! APDSC. Amém!

quinta-feira, 12 de maio de 2011




Pr.Brunoni:
QUANDO SE ESTÁ SÓ? NUNCA VOCÊ NUNCA ESTÁ SÓ!

http://www.youtube.com/watch?v=NOaZQWudiXA

A realidade é que estudos comprovaram o fato de que a alma humana, criada à imagem e semelhança de Deus, é altamente sensível à linguagem da música. Pode ser afetada por ela em vários aspectos – positivos ou negativos. Reage diretamente com sentimentos aos estímulos musicais e com eles se identifica.

Isso revela a seriedade e valor da música no comportamento humano. Pode-se identificar perfeitamente o estado da alma do homem, através do seu tipo de música preferida. Os tipos de sons que atraem uma pessoa, revelam o seu estado espiritual/emocional interior.

Deus está sempre pronto para nos acolher nos Seus Braços e no Seu Amor!

"mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo,por intermédio de quem recebemos,agora,a reconciliação...(Ro.5:10,11)”.

"Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo,não imputando aos homens as suas transgressões, e nos confiou a palavra da reconciliação(II Cor.5:18-20)”.

E finalizando:Reconciliados,experimentamos em nosso íntimo:Jesus Cristo é a nossa Paz!(Ef. 2:14).Pr.Brunoni.

segunda-feira, 9 de maio de 2011


Faça aquilo que tem que ser feito...

Pensamento:

O covarde nunca tenta. O fracassado nunca termina e o vencedor nunca desiste.
Norman Vincent Peale

Norman Vincent Peale
Mensagem:

Olá!

Faça o que tem que ser feito?

Já ouviu esta frase? Com certeza, sim! Mas o que exatamente ela diz a você?

Eu diria: “Se você não conduzir a vida ela conduzirá você”.

Não importa quais as condições meteorológicas que você terá que enfrentar, para navegar pelo mar da vida .

Não importa, se o mar esta revolto ou apenas soprando uma leve brisa. Você precisa estar muito firme no leme da sua vida. Fazer o que tem que ser feito.

Seguir no rumo que você traçou para chegar ao porto dos seus sonhos .

Caso contrário, você vai acabar aportando em algum lugar indesejável.

Por isso durante a viagem você precisa se perguntar constantemente:

Estou acordado para a vida que eu quero?

Se não, estiver. O que falta para eu acordar de verdade?

O que falta para eu mudar minhas atitudes?

Estou assumindo os riscos necessários, em busca dos meus sonhos?

Tenho construído mais pontes do que muros em minha volta?

Como faço para me manter motivado e motivar quem está ao meu lado?

Tenho sido mais paciente na vida para ser menos paciente num hospital?

Lembre-se de algo muito importante : Mais importante que as perguntas, são as respostas que você conseguir encontrar para si mesmo.

Portanto, não esqueça que não há progresso sem mudanças. Que você precisa é acreditar. Não apenas da boca pra fora, que as coisas vão funcionar como deveriam, contanto que faça o que deverá fazer.

Cuide-se para não aceitar a tendência de esperar que as coisas aconteçam do jeito que quer, sem fazer as coisas necessárias para que elas se tornem realidade.

Você ganha ou perde o jogo da vida, primeiro dentro de si mesmo. E a derrota só acontece, quando falhar em dar o melhor que puder.

Por isso, aja e não fique lamentando, não se queixe, não fique arranjando desculpas, sobre o que deveria fazer e não fez.

Apenas saia já para a luta. Independente do que você estiver fazendo, faça no melhor das suas habilidades .

Que ninguém poderá fazer mais do que você mesmo, por si.

Pense Nisso Hoje... Faça o que tem que ser feito...

Faça aquilo que tem que ser feito...

Pensamento:

O covarde nunca tenta. O fracassado nunca termina e o vencedor nunca desiste.
Norman Vincent Peale

Norman Vincent Peale
Mensagem:

Olá!

Faça o que tem que ser feito?

Já ouviu esta frase? Com certeza, sim! Mas o que exatamente ela diz a você?

Eu diria: “Se você não conduzir a vida ela conduzirá você”.

Não importa quais as condições meteorológicas que você terá que enfrentar, para navegar pelo mar da vida .

Não importa, se o mar esta revolto ou apenas soprando uma leve brisa. Você precisa estar muito firme no leme da sua vida. Fazer o que tem que ser feito.

Seguir no rumo que você traçou para chegar ao porto dos seus sonhos .

Caso contrário, você vai acabar aportando em algum lugar indesejável.

Por isso durante a viagem você precisa se perguntar constantemente:

Estou acordado para a vida que eu quero?

Se não, estiver. O que falta para eu acordar de verdade?

O que falta para eu mudar minhas atitudes?

Estou assumindo os riscos necessários, em busca dos meus sonhos?

Tenho construído mais pontes do que muros em minha volta?

Como faço para me manter motivado e motivar quem está ao meu lado?

Tenho sido mais paciente na vida para ser menos paciente num hospital?

Lembre-se de algo muito importante : Mais importante que as perguntas, são as respostas que você conseguir encontrar para si mesmo.

Portanto, não esqueça que não há progresso sem mudanças. Que você precisa é acreditar. Não apenas da boca pra fora, que as coisas vão funcionar como deveriam, contanto que faça o que deverá fazer.

Cuide-se para não aceitar a tendência de esperar que as coisas aconteçam do jeito que quer, sem fazer as coisas necessárias para que elas se tornem realidade.

Você ganha ou perde o jogo da vida, primeiro dentro de si mesmo. E a derrota só acontece, quando falhar em dar o melhor que puder.

Por isso, aja e não fique lamentando, não se queixe, não fique arranjando desculpas, sobre o que deveria fazer e não fez.

Apenas saia já para a luta. Independente do que você estiver fazendo, faça no melhor das suas habilidades .

Que ninguém poderá fazer mais do que você mesmo, por si.

Pense Nisso Hoje... Faça o que tem que ser feito...

domingo, 8 de maio de 2011





COLHEMOS AQUILO QUE PLANTAMOS
Um lenhador não tinha estudo, muito trabalhador, cortava lenha desde o raiar do dia até o sol se pôr e vendia-a para uma cidade próxima, aplicando todo o dinheiro no estudo de seu filho,que queria ser médico. O tempo foi passando. O menino conseguiu entrar na faculdade de medicina e tornou-se um grande médico. ficando famoso e muito rico. Construiu uma linda casa,casou-se e teve um filho. Seu pai, o lenhador,já muito velho e doente, foi morar com seu filho médico. Porém este tinha uma vida social intensa, recebia muitos amigos importantes em sua casa. Resolveu colocar seu pai no quarto do fundo, pois, como não tinha estudo e era muito simples,, não deveria estar conversando com pessoas cultas.
Com o passar do tempo, as mãos do lenhador , cansadas de muito cortar lenha, já tremiam e acabavam por quebrar as louças finas do médico. Então este fez uma gamelinha de barro para as refeições do pai e colocava para comer no quintal. O filho do médico gostava de fazer companhia o avô nas horas das refeições. Um dia o médico foi ao encontro de seu filho, e este estava no quintal fazendo uma gamelinha de barro. Então seu pai disse: - Para que isso, filho? Ao que ele respondeu: - Para você comer quando ficar velho e sua mão começar a tremer como a do vovô.
Nosso presente é fruto do nosso passado. Colheremos amanhã o fruto que estamos plantando hoje. Vamos prestar atenção no tipo de semente que estamos plantando.
--

quinta-feira, 5 de maio de 2011




PB.MESSIAS: Assim como as estrelas do céu,
incontáveis são as promessas
do Senhor para você. Talvez você
ainda não esteja vivendo tudo que
Deus te prometeu, e quem sabe tenha
até perdido suas esperanças, mas não
desista! Pois toda promessa passa pelo
teste do tempo. Foi assim com a vida de
Abraão, quando a promessa parecia ter
sido vencida pelo tempo, o Senhor o
chamou para fora da tenda e o fez contemplar
as estrelas do céu, fazendo-o entender que a
promessa não era simplesmente o nascimento
de um filho, mas o surgimento de uma grande
nação e o manifestar da bênção do Senhor
sobre todas as famílias da Terra. Saia da tua tenda!
Levanta-se do lugar que limita a sua visão e perceba
que aquilo que Deus tem pra você é infinitamente
maior do que você mesmo possa imaginar.
Não esqueça as promessas de Deus!
No tempo certo... Ele te dará vitória

quarta-feira, 27 de abril de 2011

sexta-feira, 22 de abril de 2011

quinta-feira, 21 de abril de 2011

quinta-feira, 14 de abril de 2011


O POÇO E A PEDRA Autor Desconhecido



“Porque tu és a minha rocha e a minha fortaleza; pelo que, por amor do teu nome, guia-me e encaminha-me.”

Salmos 31.3


Um velho peregrino caminhava por uma estrada quando, do meio da relva alta, surgiu um homem jovem de grande estatura e com olhos muito tristes.

Assustado com aquele aparecimento inesperado, o peregrino parou e perguntou se poderia fazer algo por ele.

O homem abaixou os olhos e murmurou envergonhado:
- Sou um criminoso, um ladrão. Perdi o afeto de meus pais e dos meus amigos. Como quem afunda na lama, tenho praticado crime após crime. Tenho medo do futuro e não sinto sossego por nenhum instante. Vejo que o senhor é um velho peregrino, alguém com mais experiência do que eu, livre-me então desse sofrimento, dessa angústia! Pediu ajoelhando-se.

O homem, que ouvira tudo em silêncio, fitou os olhos daquele jovem e alguns instantes depois disse:
- Estou com muita sede. Há alguma fonte por aqui?

Com expressão de surpresa pela repentina pergunta, o rapaz respondeu:
- Sim, há um poço logo ali, porém nele não há roldana, nem balde. Tenho aqui, no entanto, uma corda que posso amarrar na sua cintura e descê-lo para dentro do poço. O senhor poderá tomar água até se saciar. Quando estiver satisfeito, avise-me que eu o puxarei para cima.

O velho peregrino sorrindo aceitou a idéia e logo em seguida encontrava-se dentro do poço.

Pouco depois, veio a voz do peregrino:
- Pode puxar!

O jovem deu um puxão na corda empregando grande força, mas nada do homem subir.

Era estranho, pois parecia que a corda estava mais pesada agora do que no início.

Depois de inúteis tentativas para fazer com que o peregrino subisse, o jovem esticou o pescoço pela borda, observou a semi escuridão do interior do poço para ver o que se passava lá no fundo.

Qual não foi sua surpresa ao ver o velho peregrino firmemente agarrado a uma grande pedra que havia na lateral.

Por um momento ficou mudo de espanto, para logo em seguida gritar zangado:
- Hei, que é isso? O que faz o senhor aí? Pare já com essa brincadeira boba! Está escurecendo, logo será noite. Vamos, largue essa rocha para que eu possa içá-lo.

De lá de dentro o peregrino pediu calma ao rapaz, explicando:
- Você é grande e forte, mas mesmo com toda essa força não consegue me puxar se eu ficar assim agarrado a esta pedra. É exatamente isso que está acontecendo com você. Você se considera um criminoso, um ladrão, uma pessoa que não merece o amor e o afeto de ninguém. Encontra-se firmemente agarrado a essas idéias. Desse jeito, mesmo que eu ou qualquer outra pessoa faça grande esforço para reerguê-lo, não vai adiantar nada.

- Tudo depende de você. Somente você pode resolver se vai continuar agarrado ou se vai se soltar. Se quer realmente mudar, é necessário que se desprenda dessas idéias negativas que o vêm mantendo no fundo do poço. Desprenda-se e liberte-se.

A escuridão nada mais é do que a falta de luz, assim como o mal é a ausência do bem. Quando pensamentos negativos turvarem nossos pensamentos, ocultando nossos melhores sentimentos, busquemos a luz da verdade que é Jesus Cristo e prossigamos pelo caminho do bem.

Abandonemos as pedras da ignorância e do medo que nos mantêm prisioneiros de nossas próprias imperfeições, nos poços do egoísmo e do orgulho.

A única rocha em que devemos nos apegar é o Senhor... pense nisso!

quarta-feira, 13 de abril de 2011


ADVERSIDADES Autor Desconhecido

Tempos atrás, eu era vizinho de um médico, cujo "hobby" era plantar árvores no enorme quintal de sua casa. Às vezes, observava da minha janela o seu esforço para plantar árvores e mais árvores, todos os dias. O que mais chamava a atenção, entretanto, era o fato de que ele jamais regava as mudas que plantava. Passei a notar, depois de algum tempo, que suas árvores estavam demorando muito para crescer. Um certo dia, resolvi então aproximar-me do médico e perguntei se ele não tinha receio de que as árvores não crescessem, pois percebia que ele nunca as regava. Foi quando, com um ar orgulhoso, ele me descreveu sua fantástica teoria. Disse-me que, se regasse suas plantas, as raízes se acomodariam na superfície e ficariam sempre esperando pela água mais fácil, vinda de cima. Como ele não as regava, as árvores demorariam mais para crescer, mas suas raízes tenderiam a migrar para o fundo, em busca da água e das várias fontes nutrientes encontradas nas camadas mais inferiores do solo. Assim, segundo ele, as árvores teriam raízes profundas e seriam mais resistentes às intempéries. Disse-me ainda, que freqüentemente dava uma palmadinha nas suas árvores, com um jornal enrolado, e que fazia isso para que se mantivessem sempre acordadas e atentas. Essa foi a única conversa que tive com aquele meu vizinho. Logo depois, fui morar em outro país, e nunca mais o encontrei. Passados vários anos, retornei do exterior e fui dar uma olhada na minha antiga residência. Ao aproximar-me, notei um bosque que não havia antes, quando percebi que o médico, meu antigo vizinho, havia realizado seu sonho! O curioso é que aquele era um dia de um vento muito forte e gelado, em que as árvores da rua estavam arqueadas, como que não resistindo ao rigor do inverno. Entretanto, ao aproximar-me do quintal do médico, notei como estava sólidas as suas árvores: praticamente não se moviam, resistindo implacavelmente àquela ventania toda. Que efeito curioso, pensei eu... As adversidades pela qual aquelas árvores tinham passado, levando palmadelas e tendo sido privadas de água, pareciam tê-las beneficiado de um modo que o conforto e o tratamento mais fácil jamais conseguiriam. Todas as noites, antes de ir me deitar, dou sempre uma olhada em meus dois filhos. Debruço-me sobre suas camas e observo como têm crescido. Freqüentemente, oro por eles. Na maioria das vezes, peço para que suas vidas sejam fáceis: "Meu Deus, livre meus dois meninos de todas as dificuldades e agressões desse mundo"... Tenho pensado, entretanto, que é hora de alterar minhas orações. Essa mudança tem a ver com o fato de que é inevitável que os ventos gelados e fortes nos atinjam. Sei que meus filhos encontrarão inúmeros problemas e que, portanto, minhas orações para que as dificuldades não ocorram, têm sido ingênuas demais. Sempre haverá uma tempestade, ocorrendo em algum lugar. Portanto, pretendo mudar minhas orações. Farei isso porque, quer nós queiramos ou não, a vida é muito dura. Ao contrário do que tenho feito, passarei a orar para que meus filhos cresçam com raízes profundas, de tal forma que possam retirar energia das melhores fontes, das mais divinas, que se encontram nos locais mais remotos. Oramos demais para termos facilidades, mas na verdade pedidos desse tipo são raramente atendidos. O que precisamos fazer é pedir para que consigamos desenvolver raízes fortes e profundas, de tal modo que quando as tempestades chegarem e os ventos gelados soprarem, resistiremos bravamente, ao invés de sermos simplesmente varridos para longe."

terça-feira, 12 de abril de 2011


O POÇO E A PEDRA Autor Desconhecido

“Porque tu és a minha rocha e a minha fortaleza; pelo que, por amor do teu nome, guia-me e encaminha-me.”

Salmos 31.3


Um velho peregrino caminhava por uma estrada quando, do meio da relva alta, surgiu um homem jovem de grande estatura e com olhos muito tristes.

Assustado com aquele aparecimento inesperado, o peregrino parou e perguntou se poderia fazer algo por ele.

O homem abaixou os olhos e murmurou envergonhado:
- Sou um criminoso, um ladrão. Perdi o afeto de meus pais e dos meus amigos. Como quem afunda na lama, tenho praticado crime após crime. Tenho medo do futuro e não sinto sossego por nenhum instante. Vejo que o senhor é um velho peregrino, alguém com mais experiência do que eu, livre-me então desse sofrimento, dessa angústia! Pediu ajoelhando-se.

O homem, que ouvira tudo em silêncio, fitou os olhos daquele jovem e alguns instantes depois disse:
- Estou com muita sede. Há alguma fonte por aqui?

Com expressão de surpresa pela repentina pergunta, o rapaz respondeu:
- Sim, há um poço logo ali, porém nele não há roldana, nem balde. Tenho aqui, no entanto, uma corda que posso amarrar na sua cintura e descê-lo para dentro do poço. O senhor poderá tomar água até se saciar. Quando estiver satisfeito, avise-me que eu o puxarei para cima.

O velho peregrino sorrindo aceitou a idéia e logo em seguida encontrava-se dentro do poço.

Pouco depois, veio a voz do peregrino:
- Pode puxar!

O jovem deu um puxão na corda empregando grande força, mas nada do homem subir.

Era estranho, pois parecia que a corda estava mais pesada agora do que no início.

Depois de inúteis tentativas para fazer com que o peregrino subisse, o jovem esticou o pescoço pela borda, observou a semi escuridão do interior do poço para ver o que se passava lá no fundo.

Qual não foi sua surpresa ao ver o velho peregrino firmemente agarrado a uma grande pedra que havia na lateral.

Por um momento ficou mudo de espanto, para logo em seguida gritar zangado:
- Hei, que é isso? O que faz o senhor aí? Pare já com essa brincadeira boba! Está escurecendo, logo será noite. Vamos, largue essa rocha para que eu possa içá-lo.

De lá de dentro o peregrino pediu calma ao rapaz, explicando:
- Você é grande e forte, mas mesmo com toda essa força não consegue me puxar se eu ficar assim agarrado a esta pedra. É exatamente isso que está acontecendo com você. Você se considera um criminoso, um ladrão, uma pessoa que não merece o amor e o afeto de ninguém. Encontra-se firmemente agarrado a essas idéias. Desse jeito, mesmo que eu ou qualquer outra pessoa faça grande esforço para reerguê-lo, não vai adiantar nada.

- Tudo depende de você. Somente você pode resolver se vai continuar agarrado ou se vai se soltar. Se quer realmente mudar, é necessário que se desprenda dessas idéias negativas que o vêm mantendo no fundo do poço. Desprenda-se e liberte-se.

A escuridão nada mais é do que a falta de luz, assim como o mal é a ausência do bem. Quando pensamentos negativos turvarem nossos pensamentos, ocultando nossos melhores sentimentos, busquemos a luz da verdade que é Jesus Cristo e prossigamos pelo caminho do bem.

Abandonemos as pedras da ignorância e do medo que nos mantêm prisioneiros de nossas próprias imperfeições, nos poços do egoísmo e do orgulho.

A única rocha em que devemos nos apegar é o Senhor... pense nisso!

sexta-feira, 8 de abril de 2011




UMA IDÉIA MELHOR Autor Desconhecido

Em uma pequena cidade, a cena causava espanto e admiração ao mesmo tempo, talvez porque o protagonista da história fosse um senhor bem idoso. Ele costumava passar o dia inteiro plantando árvores.

Certo dia, algumas pessoas que passavam por ali pararam, admiradas, observando aquele ancião a plantar mudas ao longo da rua. Lisonjeado com o interesse, o velho parou seu trabalho e explicou:
- Meus filhos andam sempre insistindo comigo para mandar fazer uma sepultura. Mas eu tenho uma idéia melhor. Obtive licença para plantar árvores nas ruas ainda não arborizadas, e é assim que estou gastando o dinheiro que poderia ser empregado num mausoléu. Já estou com 80 anos, e nunca vi ninguém procurar a sombra de uma sepultura para descansar, nem é num cemitério que a criançada vai brincar.

Daqui a 20 anos, meu nome estará completamente esquecido. Mas meus netos e outras tantas crianças estarão aqui para admirar e usufruir destas árvores. Ademais, quem passar por estas calçadas, nos dias de calor, há de achar agradável a sombra delas.

Impressionante a lucidez daquele homem que já vivera quase um século. A sua capacidade de discernimento era maior que a dos filhos que, certamente, não queriam se incomodar com a construção de um túmulo para o velho pai, quando este fechasse os olhos para o mundo dos chamados vivos. Utilizando-se dos próprios recursos, financeiros e de forças físicas, tratou de produzir coisas úteis, ao invés de construir o próprio túmulo e esperar a morte chegar.

Por certo deixara aos mortos, como o recomendara Jesus, o cuidado de enterrar seus mortos. Deixara para os filhos que estavam mortos para os verdadeiros valores da vida, o cuidado de enterrar aquele que pensavam estivesse morto, mas que em realidade estava mais do que vivo. Considerando-se sob esse aspecto, entenderemos por que é que quem faz o bem pensando nos outros, acaba beneficiando-se a si mesmo. E quem faz o mal, igualmente recebe o mal como resposta.

Esse é o efeito bumerangue, ou lei de causa e efeito, ou, ainda, o "a cada um segundo suas obras", ensinado por Jesus.

Quem planta flores, planta beleza e perfumes para alguns dias. Quem planta árvores, planta sombra e frutos por anos, talvez séculos. Mas quem planta idéias verdadeiras, planta para a eternidade.



VAI PASSAR Autor Desconhecido

"Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão."
Marcos 13:31

Havia num país distante, um rei poderoso que tinha como servo um homem bom e fiel, cuja eficiência era única em todo o reino.
Porém, o rei não podia acreditar que esse homem era perfeito.
Mil dúvidas povoavam sua mente.
E se num momento muito importante a eficiência deste servo falhasse?
Diante desta dúvida o rei resolveu colocar em prova a capacidade do homem. Chamou-o e disse:
-"Servo, cansei desta minha coroa. Quero uma outra, mas não mais em ouro e sim quero-a com pedras preciosas. As mais exóticas e brilhantes que houver. Portanto, ordeno-lhe que a confeccione para mim".
Como ele sabia que em seu reino não havia este tipo de mineração, achou que pela primeira vez seu servo lhe falharia.
Mas meses depois, o fiel empregado voltou trazendo uma coroa de beleza ímpar, com pedras espetaculares nunca antes vistas em reino algum.
Mas o rei ainda não aceitando totalmente a eficiência do escravo, depois de muito pensar e meditar chamou-o novamente ordenando: ...
- "Servo, agora quero que acrescente nesta linda coroa, uma frase que quando eu estiver triste eu me alegre, e quando eu estiver feliz, eu me entristeça".
O servo saiu de lá desesperado.
Como faria isso?
Tudo na vida já tinha feito para provar sua fidelidade ao rei, mas agora ele lhe pedia algo que parecia impossível.
Chegou em casa entristecido, sabendo que perderia seu cargo e que mais do que isso perderia a confiança do rei.
Mas a esposa, consternada com a tristeza do marido depois de muito pensar teve uma grande idéia e a executou.
Depois de pronta, o servo pegou a coroa e a levou ao rei que de imediato a colocou na cabeça e foi para frente do espelho para ver o que nela estava escrito.
Espantado então viu a breve frase:
VAI PASSAR!
E assim é a nossa realidade.
Não importa o momento que estejamos vivendo, temos que ter sempre a certeza de que seja o que for, PASSARÁ.
Se a dor, a tristeza, o desânimo, estiverem presentes em sua vida, não se entregue pois em breve tudo PASSARÁ.
se por outro lado, você estiver vivendo um grande momento, aproveita-o não o estrague por coisas pequenas, saboreie-o com calma, pois ele também PASSARÁ

segunda-feira, 4 de abril de 2011




“Pode ser que um dia nos afastemos...
Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade há de nos reaproximar”.

Albert Einstein

sábado, 2 de abril de 2011

segunda-feira, 28 de março de 2011



ÁLBUM DE SELOS Lettie Cowman


"Por isso vos digo que tudo o que pedirdes em oração, crede que o recebereis, e tê-lo-eis."
Marcos 11:24

Quando meu filho tinha uns dez anos, a avó prometeu-lhe um álbum de selos para o Natal.
Chegou o Natal, mas nada do álbum, e nenhuma linha da vovó.
Contudo o assunto não foi comentado; mas quando os amiguinhos vieram ver seus presentes, fiquei surpresa - depois de ter enumerado os vários presentes recebidos, ele acrescentou:
- E um álbum de selos, da vovó.
Depois de ouvir isto por diversas vezes, chamei-o e disse-lhe:
- Mas Jorginho, você não recebeu o álbum. Por que está falando assim?
Houve um olhar de surpresa em seu rosto, como se estivesse achando estranho que eu lhe fizesse aquela pergunta. E respondeu:
- Bem, mamãe, mas se a vovó disse que manda, é a mesma coisa.
Eu não tive o que dizer.
Passou-se um mês, e nada se ouviu do álbum.
Um dia, finalmente, pensando em meu coração por que o álbum não teria vindo eu lhe disse, para provar sua fé:
- Jorginho, eu acho que a vovó se esqueceu da promessa.
- Não, mamãe, disse ele com firmeza, não esqueceu, não.
Olhei para a carinha confiante, que por um momento ficou séria e grave, como se ele estivesse considerando no íntimo a possibilidade do que eu havia sugerido.
A seguir seu rosto iluminou-se e ele me disse:
- Mamãe, será que não seria bom eu escrever para a vovó, agradecendo o álbum?
- Não sei, respondi, pode escrever.
Uma rica verdade espiritual começou a raiar no meu horizonte.
Em poucos minutos uma cartinha estava pronta e encaminhada ao correio.
E lá foi ele assobiando, confiante na vovó.
Poucos dias depois chegou uma carta, dizendo:
"Querido Jorginho, não me esqueci da promessa. Procurei um álbum como você queria, mas não o encontrei. Então encomendei um de Nova Iorque, mas só chegou depois do Natal, e ainda não era como você queria. Já pedi outro, mas como ainda não chegou, mando-lhe agora o dinheiro para comprar um aí. Com amor, Vovó."
Enquanto lia a carta, estampava no rosto um ar de vitória.
- Está vendo, mamãe, eu não lhe disse?
E essa frase saía do fundo de um coração que não duvidara, e que em esperança crera "contra a esperança", que o álbum viria.
Enquanto ele confiava, a vovó trabalhava, e no tempo próprio, a fé tornou-se vista.
É tão próprio de nós, seres humanos, querermos ver imediatamente a resposta de Deus, quando agimos baseados nas suas promessas.
Mas o Salvador disse a Tomé e a todos os que, como ele, também duvidam:
"Bem-aventurados os que não viram e creram." João 20:29
Extraído do Livro: Mananciais no Deserto – Edição do Milênio