quarta-feira, 27 de outubro de 2010

OS 3 HOMENS DA CAVERNA Autor Desconhecido




OS 3 HOMENS DA CAVERNA Autor Desconhecido

Havia três homens presos em uma caverna. Havia apenas um caminho para sair da caverna, mas ninguém sabia se ele era verdadeiro ou para onde os levaria. Havia, porém, uma placa na caverna, com os seguintes dizeres: Este é o único caminho e ninguém sai da caverna senão por ele. Mas cuidado, nunca não desvie do caminho. Então disse o primeiro homem:
- É apenas uma placa boba! Este caminho não leva a lugar algum! Ficarei aqui e aproveitarei minha vida, e depois morrerei. Ao menos sei eu onde meus pés pisam.
E pensaram os outros dois homens: - Aqui, a única certeza que temos é que morreremos e não nos resta esperança. Vamos, pois, seguir por este caminho, na pior das hipóteses morreremos da mesma forma.
E seguiram pelo caminho. Sucedeu que quanto mais eles prosseguiam, mais estreito e árduo ficava o caminho, então, apareceu-lhes um quarto homem que dizendo: - Conheço um atalho para sair da caverna.
O segundo homem decidiu seguir-lhe (porquanto achou o caminho muito difícil e estava muito cansado das dificuldades), mas, o terceiro homem lembrou-se do aviso da placa e permaneceu no caminho. Aconteceu que, quando o terceiro homem estava quase perecendo diante das dificuldades do caminho, pois ficara cada vez mais difícil, avistou uma grandiosa cidade e alegrou-se o seu coração. Ao chegar à cidade, houve grande festa da parte dos moradores e veio-lhe ao encontro o rei da cidade dizendo: - Bem aventurado és tu, pois leste o meu aviso e o guardaste com cuidado em seu coração. És tu digno de habitar entre nós.
E tomado por grande curiosidade o homem perguntou ao rei: - Onde estão o segundo e o quarto homem, já chegaram?
Disse-lhe o rei: - Filho meu, MALDITO é o quarto homem, sedutor e enganador. - Ai do Segundo homem, que não guardou o meu aviso em seu coração. Em verdade te digo, quem prossegue pelo atalho encontra ao seu fim, choro e ranger de dentes.

Esta parábola é semelhante às nossas vidas.
A Caverna representa o mundo em que vivemos, onde pensamos ser livres, mas estamos presos ao pecado.
O caminho para sair da caverna é JESUS, o cordeiro mudo, que tira o pecado do mundo.
A placa que se encontrava na caverna, é A BÍBLIA, que nos indica como devemos caminhar.
A Cidade encontrada pelo terceiro homem representa O REINO DOS CÉUS, é o que encontramos depois de seguir O caminho.
Os moradores da cidade são os Anjos e os outros homens que decidiram seguir pelo caminho.
O Rei da cidade é o próprio Deus, que te ama, e espera de ti que guardes os seus mandamentos para tornar-se digno de habitar com ele em sua cidade.
O primeiro Homem é o incrédulo, que não acredita em JESUS e decide viver sua vida de qualquer forma, até que morra sem um consolador.
O Segundo Homem é o que acha que todos os caminhos levam a Deus, e busca um Evangelho de facilidades ou doutrinas de demônios, não leva a sua cruz, e infelizmente perece.
O Terceiro Homem é o prudente, que acredita nas promessas do Deus Altíssimo, segue a JESUS, a saber, o único caminho, mesmo sem ter certeza do que o espera.
O quarto homem é Satanás, que tenta tirar os homens do único caminho, com falsas doutrinas, e atalhos.

E VOCÊ AMADO? VAI FICAR NA CAVERNA ESPERANDO O TEMPO PASSAR? OU VAI SEGUIR PELO CAMINHO?
JESUS TE AMA!

quinta-feira, 21 de outubro de 2010




Nunca se esqueça de Deus
1 -
'Deus não escolhe
pessoas capacitadas, Ele capacita os
escolhidos.'
2 -
'Um com Deus é
maioria.'
3 -
'Devemos orar
sempre, não até Deus nos ouvir, mas até que
possamos ouvir a Deus.'
4-
'Nada está fora
do alcance da oração, exceto o que está fora
da vontade de Deus.'
5-
'O mais importante
não é encontrar a pessoa certa, e sim ser
a pessoa certa.'
6 -
'Moisés gastou:
40 anos pensando que era alguém; 40 anos
aprendendo que não era ninguém e 40 anos descobrindo o que Deus
pode fazer com um NINGUÉM.'
7 -
'A fé ri das impossibilidades.'
8 -
'Não confunda
a vontade de DEUS, com a permissão de DEUS.
9 -
'Não diga a DEUS
que você tem um grande problema. Mas diga
ao problema que você tem um grande DEUS.'
Um Desafio Para Você:
Se você não sentir
vergonha de fazê-lo, passe esse e-mail
para frente....mas, somente se você realmente sentir que sim !
DECLARAÇÃO:
Sim, eu amo Deus. Ele
é a fonte de minha existência, é meu Salvador.
Ele me sustenta a cada dia.
Sem Ele eu não sou
nada, mas com Ele eu posso todas as
coisas através de
Jesus Cristo, que me fortalece.
(Filipenses 4:13)
Uma ótima semana de muita paz e saúde !!

sábado, 16 de outubro de 2010

Crônicas 4:9-10
“Foi Jabez mais ilustre do que seus irmãos...”
Temos poucas informações na Bíblia a respeito desse personagem chamado Jabez, mas sabemos que ele foi mais ilustre do que os seus irmãos, o que não seria nada demais se não levássemos em consideração as condições em que Jabez alcançou esse feito. A começar pelo significado de seu nome: “minha dor, minha desgraça”. Sua mãe lhe deu esse nome logo após o parto! Não sabemos o motivo, mas certamente o nascimento de Jabez não trouxe alegria a sua mãe. Imagine a infância de Jabez... O trauma que ele poderia carregar, sabendo que nunca foi desejado. As pessoas ao pronunciarem seu nome estavam dizendo, literalmente, “causador de dor e desgraça”. E para piorar, nos tempos bíblicos, o significado do nome de uma pessoa era considerado sua identidade, sua marca, seu destino! Certamente, para muitos, o destino de Jabez, não era nada promissor.
Mas Jabez se tornou o “mais ilustre”. Ele venceu as palavras negativas lançadas sobre sua vida, buscando a Deus em oração, e Deus lhe respondeu abençoando-o!
Reflita: Era uma vez uma corrida... de sapinhos! O objetivo era atingir o alto de uma grande torre. Havia no local uma multidão assistindo. Começou a competição. Mas como a multidão não acreditava que os sapinhos pudessem alcançar o alto daquela torre, o que mais se ouvia era: "Que pena! Esses sapinhos não vão conseguir. Não vão conseguir." E os sapinhos começaram a desistir. Mas havia um que persistia e continuava a subida, em busca do topo. A multidão continuava gritando: "Que pena! Vocês não vão conseguir!"
E os sapinhos estavam mesmo desistindo um por um, menos aquele sapinho que continuava perseverante... Já ao final da competição, todos desistiram; menos ele.
A curiosidade tomou conta de todos. Queriam saber o que tinha acontecido...
E assim, quando foram perguntar ao sapinho como ele havia conseguido concluir a prova, aí sim conseguiram descobrir... que ele era surdo.!
Talvez já disseram a você que: “Você é um fracasso”, “Nada dá certo para você”, “Você tem que sofrer”, “Você não vai conseguir”, etc. Mas não deixe essas palavras negativas, roubarem teus sonhos; “seja surdo” para elas. Não dê ouvidos às palavras de derrota, busque a Deus, e assim como Jabez, você será um vencedor; o “mais ilustre”.
Deus te abençõe!

Nele, que fora rejeitado pelos seus, mas venceu...
Um beijo em sua alma,
Paistor André

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

CONTO DA VERDADEIRA ORAÇÃO Autor Desconhecido

Um jovem chegou bravo à Igreja, sentou nervoso no banco e resmungava sobre sua vida. Jesus percebendo aquilo, desceu da Cruz e foi conversar com aquele rapaz. Jesus disse:
O que houve meu filho, por que você está chateado dessa maneira?
Um pouco constrangido e sem vontade de mentir, pois sabia que não adiantaria mentir naquela ocasião, logo emendou:
- Participei daquele retiro e quis mudar de vida, entregando-lhe tudo e agindo diferente com minha família e amigos, mas tudo acabou dando errado... tô sem vontade até de orar. Nesse momento o Senhor lhe bate nos ombros e diz:
Tudo bem, mas vou lhe pedir três coisas!
Preocupado, o rapaz interrompeu Jesus e acrescentou:
- Cuidado, é melhor o Senhor ir devagar porque tudo aquilo que propus no retiro, foi por água abaixo...
Jesus logo prosseguiu:
- Eu confio em você e sei que vais me ouvir. Quero que me dês aquela xícara de café que fizestes hoje de manhã...
Mas como? Lá em casa me chamaram a atenção por ter usado pó demais, derrubado açúcar, e que ficou forte demais!? Ninguém gostou...
É por isso, mesmo que eu quero. Quero que sempre me dês aquilo que os outros não gostam e também aquilo que tu mesmo não gostas em ti, que te deixa nervoso, frustrado e triste...
Tem certeza, que queres isso?
Sim, tenho certeza. E como Segundo presente quero que me dês aquele pires que sua mãe tinha ganhado de sua avó... Eu o quebrei hoje de manhã...
Sim, é por isso que eu o quero. Quero consertá-lo. Quero que sempre me tragas o que se quebra em tua vida. E, como último presente, quero a resposta que destes a teus pais quando ouviram o barulho que vinha da cozinha.
Meio sem jeito, o rapaz reconheceu:
- Eu menti.
Eu sei, mas quero que sempre me tragas o que está errado em ti: tua maldade, tuas mentiras, teus complexos e tua falta de confiança. Não precisas carregar isso tudo contigo. Quero libertar-te e, a partir de hoje, podes vir todo dia conversar comigo para aliviar o que te pesa. Hoje, realmente você fez uma oração sincera!
Muito obrigado Jesus, esta experiência foi ótima, agora vou porque preciso tomar banho para ir à escola, até amanhã!

quarta-feira, 6 de outubro de 2010




BATISMO NAS ÁGUAS


O batismo nas águas é o próximo passo importante nos primeiros princípios da
doutrina de Cristo. O batismo nas águas não é apenas uma forma ou uma cerimônia
sem sentido, mas uma experiência definida na vida de um crente néo-testamentário,
como nos relatam, não só os evangelhos, senão também os Atos dos Apóstolos e as
Epístolas. Hebreus 6:1-2; Atos 2:38-41

1. QUAL É O SENTIDO DA PALAVRA “BATIZAR”?
Batismo ou batizar quer dizer “mergulhar, submergir, imergir” Marcos 1:5, João
3:23; Atos 8:36-39. Por definição e uso a palavra quer dizer “meter em água ou
debaixo dela de modo a inteiramente imergir ou submergir”.

2. PARA QUE TER A ORDENAÇÃO DE BATISMO NAS ÁGUAS?
a. Jesus o ordenou. Marcos 16:16; Mateus 28:16-20
b. Jesus foi batizado. Mateus 3:13-17
c. Os apóstolos o ordenaram. Atos 2:37-47; Atos 10:44-48
d. Se o amarmos, guardaremos seus mandamentos. João14:15
e. Validamos nossa fé pela obediência. Tiago 2:17-18
3. PARA QUEM É ESTA ORDENAÇÃO?
Em cada Escritura registrada abaixo veremos que as pessoas ouviram, creram e
receberam a Palavra, então eram batizadas. O arrependimento e a fé sempre
precediam o batismo nas águas. Portanto é um “batismo de crentes” , isto é,
daqueles que crêem.

a. “Quem crer e for batizado...” Marcos 16:16
b. O samaritanos creram e foram batizados. Atos 8:12-15
c. O eunuco creu e foi batizado. Atos 8:35-38
d. Pedro ordenou que os gentios fossem batizados. Atos 10:47-48
e. Os discípulos de Éfeso creram e foram batizados. Atos 19:4,5
Leia também Atos 9:17-18; 16:30-34; 18:8
O batismo nas águas é uma parte essencial da obediência; não é opcional.
Recusar o batismo nas águas é viver em desobediência à Palavra revelada de Deus.
NOTA: O batismo nas águas envolve uma confissão de fé no Senhorio de Cristo,
Atos 8:36-39; Romanos 10:9-10. Os pré-requisitos do batismo são arrependimento,
fé e confissão (isto claramente exclui o batismo infantil).

4. QUAL É O SENTIDO DESTA ORDENAÇÃO?
O batismo nas águas é uma experiência espiritual simbólica, contudo também real.
Somos batizados em:

a. Sua morte – Romanos 6:3,4,5,11
b. Seu sepultamento – Colossenses 2:12
c. A ressureição – Colossenses 3:1; Romanos 6:4,5
O batismo é a identificação com Cristo. Na salvação aceitamos a morte, o
sepultamento, e a ressurreição de Cristo.
No batismo nas águas identificamo-nos com este fato triúno: