quarta-feira, 25 de agosto de 2010





Mensagem do dia


Não se contamine pelo preconceito...

Pensamento:

Época triste a nossa, em que é mais fácil quebrar um átomo do que um preconceito.

Albert Einstein
Mensagem:

Olá !

Desejo que esta semana seja de reflexão.

Estranhou?

Sim, de reflexão.

Convido você , para nesta semana, juntamente com as APAES Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, de todo o Brasil, refletir sobre a questão da deficiência.

O Movimento APAEANO comemora a Semana Nacional do Excepcional de 21 a 28 de agosto, desde sua instituição em 1964. Atentos à importância das conceituações mais apropriadas ao atual patamar de valorização dos seres humanos e à sua influência na formação da consciência social, a “Semana Nacional do Excepcional” agora é ”Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla” e traz como tema: Autogestão e Autodefensores: Conquistando caminhos para ser e conviver.

Uma semana dedicada não à “comemoração da deficiência” e sim a celebração da vida com qualidade, apesar da deficiência.

À comemoração das conquistas já alcançadas e a reflexão sobre que barreiras ainda precisam ser rompidas. E aqui, não me refiro apenas às barreiras arquitetônicas, de acessibilidade, que são sim muito importantes, mas não são elas sozinhas que promovem o acesso e garantem a permanência das pessoas com deficiência na sociedade historicamente planejada para as pessoas “ditas normais”.

Gostaria de chamar a atenção às barreiras que nós, seres humanos, estabelecemos diante de nossos irmãos com deficiência. Por medo do desconhecido e do diferente, paralisamos. Preferimos acreditar e apostar na igualdade ditada pela mídia e passamos a acreditar que somente se enquadram na sociedade as pessoas que apresentam padrões pré-estabelecidos de beleza, de habilidades, de inteligência.

Qual tem sido nosso real envolvimento na busca da superação de estereótipos, dos preconceitos e da discriminação e na valorização e qualificação do ser humano?

Este é um momento oportuno para buscarmos dentro de nós os “pré-conceitos” que nos acompanham e que muitas vezes nem nos damos conta.

Momento para refletir sobre a postura que temos diante das pessoas com deficiência.

É tempo de vencer conceitos negativos, historicamente instituídos. É preciso “des-preconceituar”.

As pessoas com deficiência não podem mais ser vistas como sinônimo de incapacidade e isso requer de nós mudança cultural de postura frente à diversidade e mudanças na concepção da deficiência.

Precisamos conceber uma sociedade inclusiva, onde cada ser humano tenha seu espaço garantido. Uma sociedade aberta e acessível, a qual estimule a participação, que acolha e aprecie a diversidade e suas experiências e que ofereça oportunidades para que todos possam desenvolver seu potencial humano.

Roberto Shinyashiki escreve que “A primeira transformação necessária para que ocorra a felicidade é passar a acreditar na possibilidade de um mundo onde todos possam se realizar”.

Então, cabe a cada um de nós darmos o primeiro passo, rumo a construção de uma sociedade capaz de aceitar, conviver e promover o crescimento mútuo. Uma sociedade que respeita a diversidade e onde todos são iguais em dignidade e direito.

Boa Semana !

Tenha um Bom Dia!

Margot vom Hede
margothede@hotmail.com
Diretora da APAE
Rio das Antas – Santa Catarina

quarta-feira, 4 de agosto de 2010




FATIA DE BOLO... Autor Desconhecido




Às vezes nos perguntamos:
"O que eu fiz pra merecer isso?"
ou...

"Por que Deus tinha que fazer isso justo comigo?"
Aqui vai uma belíssima explicação.
A filha dizia à mãe como tudo ia errado.
Ela não se saíra bem na prova de Matemática...
O namorado resolveu terminar com ela e a sua melhor amiga estava de mudança para outra cidade.
Em horas de amargura, a mãe sabia que poderia agradar a filha preparando-lhe um bolo. Naquele momento não foi diferente. Abraçou a filha e levou-a a cozinha, conseguindo arrancar da moça um sorriso sincero.
Logo que a mãe separou os utensílios e ingredientes que usaria e os colocou na mesa, perguntou à filha:
-Querida, quer uma fatia de bolo?
- Mas já mamãe? É claro que quero. Seus bolos são deliciosos...
- Então está bem, respondeu a mãe.
Tome um pouco desse óleo de cozinha!
Assustada, a moça respondeu:
- Credo, mãe!
- Que tal então comer uns ovos crus, filha?
- Que nojo, Mãe!
- Quer então um pouquinho de Farinha de Trigo ou Bicarbonato de Sódio?
- Mãe, isso não presta!
A Mãe então respondeu:
- É verdade, todas essas coisas parecem ruins sozinhas, mas quando as colocamos juntas, na medida certa...
...Elas fazem um bolo delicioso!

Deus trabalha do mesmo jeito.
Às vezes a gente se pergunta por que Ele quis que nós passássemos por momentos difíceis, mas Deus sabe que quando Ele põe todas essas coisas na ordem exata, elas sempre nos farão bem.
A gente só precisa confiar n\'Ele e todas essas coisas ruins se tornarão algo fantástico!

Deus é louco por você.
Ele te manda flores em todas as Primaveras...
...O nascer o Sol todas as manhãs...
... E sempre que você quiser conversar,
Ele vai te ouvir!
Ele pode viver em qualquer lugar do universo, e Ele escolheu
o seu coração!

--