quinta-feira, 17 de junho de 2010




Um homem conheceu um menino numa viagem de avião, ao observá-lo numa sala de espera, enquanto aguardava o vôo.
Na hora do embarque o menino foi colocado na frente da fila para achar o seu assento.
Por coincidência, o homem sentou-se ao lado do garoto. Puxou conversa e o menino foi cortês. Depois ficou colorindo um livro. Não demonstrava nenhuma ansiedade.
Durante o vôo, o avião entrou numa tempestade muito forte, que o, fez balançar-se muito, assustando os passageiros. O menino parecia encarar tudo com naturalidade e continuou a colorir seu livro.
Uma das passageiras ao lado perguntou-lhe
- Você não está com medo?
- Não.
- Meu pai é o piloto!
Essa resposta serve para fazer a gente pensar! Existem situações na vida quelembram o avião na turbulência. A sensação é que estamos pendurados no arsem nada para sustentar.
Na tempestade pare, pense e acredite que NOSSO PAI É O PILOTO
Estamos nas mãos de Deus, ele está no controle...
--



IH∑OY∑=(JESUS):

A DISTÂNCIA DO PECADO (Pr. Brunoni)

"Quanto está longe o oriente do ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões.” Salmo 103:12.

A doutrina do perdão ocupa um lugar dominante na história da revelação. É suficiente folhear uma concordância bíblica para descobrirmos quão freqüentemente a Bíblia se refere ao perdão, em suas diferentes formas e matizes.

Há no antigo Testamento três palavras empregadas para significar o perdão: KAPHAR, que quer dizer “cobrir”; nasa, com a conotação de “erguer” ou “suspender”, e, por extensão, “remover”; e SALACH, que etmologicamente significa “despedir”, “mandar embora”. Quão fortes são estes três vocábulos! Esta é a razão porque o pecador perdoado passa a fruir uma paz interior que dificilmente podemos expressar em linguagem humana. É a certeza íntima que Deus põe no coração humano de que os seus pecados foram removidos para bem longe.

O rei Davi em forma mui gráfica expressa esta consoladora verdade, dizendo: “Quanto está longe o oriente do ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões.” E, como se explica tão grande “remoção”: É que, “quanto está o céu elevado acima da terra, assim é grande a Sua misericórdia para com os que O temem”, declara o mesmo autor, no verso anterior.

Sim, o perdão divino é algo grandioso e sublime. Ao prová-lo, o pecador é levado a cantar em transportes de gozo:

“Há perdão, poder e paz,
E graça e luz e amor gentil,
No manancial que Cristo traz.
A Deus rendei louvores e honras mil.”

terça-feira, 15 de junho de 2010




Vc é uma benção.
Um dia vc irá olhar por todas as dificudades
que enfrentou e verá que elas foram essenciais ,
pois a fizeram chegar ao topo.
Não se esqueça vc nasceu para ser grande
de maneira que ninguem irá acreditar.
Deus tem muitas promessas em sua vida
e tem pressa para que seja cumpridas.
Deus é o mais interessado em sua vitória.
Creia e confie.
Ainda que vc não possa ver,
há uma mão forte te segurando...
Há um olhar de alguém superior que te ama ...
Há anjos poderosos te protegendo...
Há seres celestiais recolhendo as tuas lágrimas...
Há um DEUS TODO PODEROSO aplainando teu caminho.
Um pouco mais a frente vc irá sorrir,
a alegria do sabor da vitória !!SUA PASTORA ANA MARCIA ESTÁ ORANDO POR VC E SEI QUE MUITOS TBM ESTÃO E A VIT´´ORIA É NOSSA PELO O SANGUE DE JESUS!!!
Responder




APENAS CREIA QUE A TUA VIDA ESTÁ...

...NAS MÃOS DE DEUS(Pr.Brunoni) –

Nada acontece aqui por mero acaso,
Capricho vão, fatalidade ou sorte.
Pois, em qualquer evento, ou qualquer caso,
Há o domínio de um poder mais forte.

Para tudo há razão, motivo ou azo.
Como na bússola, apontando o norte,
Tudo tem tempo, tudo tem seu prazo:
coisas pequenas ou de grande porte.

Alguém controla tudo em sua mão,
Nada escapando à sua potente ação,
Aqui na terra como lá nos céus.

Um ser perfeito e bom tudo domina,
Sob o controle da razão divina.
Que bom que a minha vida está nas mãos de Deus!

Deus está no controle de sua vida. Ele é onisciente (sabe todas as coisas), onipresente (está a todo momento com você) e onipotente (tem todo o poder), para resolver os seus dilemas e te dar a resposta certa para aquietar o seu coração! Espere e confie nEle porque: “... Ele é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo aquilo que pedimos ou pensamos,conforme o Seu Poder que opera em nós (Ef.3:20).



O Poder da Oração

A palavra de Deus nos mostra, em diferentes passagens, o poder da oração. Além da sua importância como instrumento de contato entre nós e Deus, a oração é também uma arma do cristão na guerra espiritual. Em II Crônicas vemos um exemplo de resposta de oração. Salomão havia, no capítulo 6, pedido ao Senhor que viesse ao templo que ele construíra, trazendo sua glória.

A resposta a essa oração está no capítulo 7. O verso um diz: "Tendo Salomão acabado de orar... a glória do Senhor encheu a casa". O resultado disso foi que todos adoraram a Deus, como vemos no verso três. A manifestação da glória de Deus gera adoração e louvor. Salomão sabia que não havia espaço físico que pudesse conter a glória de Deus. Hoje essa glória se manifesta em nossas vidas, devemos gerar adoração e louvor.

Deus deseja que a nossa vida seja um lugar de adoração, um lugar onde Sua glória se manifeste. A glória do Senhor se manifesta apenas onde há oração. Sua vida tem sido uma vida de oração? A oração é uma arma espiritual. Mesmo quando pecamos, quando estamos debaixo de maldição, por pior que a situação possa parecer, sempre podemos orar. As situações podem ser revertidas por meio da oração.

Tiago nos diz que a oração do justo pode muito em seus efeitos. Nossa oração move o coração de Deus. O Senhor fala que se orarmos e nos convertermos de nossos maus caminhos ele ouvirá as nossas preces.
Um grande homem de oração na Bíblia foi Daniel. Ele orava três vezes ao dia, e por causa de sua oração chegou a ser jogado na cova dos leões. Em Daniel 9:3 encontramos uma fórmula de como orar corretamente.

Daniel fala que orou ao Senhor e jejuou, e o mais importante, pediu perdão e se arrependeu. A primeira coisa que ele faz ao buscar a Deus é confessar os pecados seus e do povo. Devemos fazer o mesmo ao entrarmos diante do Pai.
Pecados não confessados podem ser uma barreira a bloquear nossas orações diante de Deus. Filipenses 4:6 diz que não devemos andar ansiosos, mas nossas necessidades devem ser colocadas diante de Deus em oração.

O Diabo é acusador. Muitas vezes Deus não pode liberar as bênçãos pois Satanás está diante dele nos acusando. Nós falhamos, mas temos o sangue de Cristo que nos purifica de todo o pecado. Entre na presença do Senhor tomando posse da sua misericórdia que se renova a cada dia. Entre na presença do Senhor com a consciência de que você leva o nome Dele. Somos cristãos, imitadores de Cristo.

Daniel era um homem que sabia tocar o coração de Deus. No versículo 19 ele pede ao Pai que ouça e perdoe. Precisamos pedir e liberar perdão. E nos versos 20 e 21 ele fala sobre o que ocorre quando oramos a Deus. Um anjo foi enviado pelo Senhor para tocar Daniel antes mesmo que ele terminasse de orar. Deus quer atender a sua oração. Em Mateus 7:7 ele diz: "Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis, batei, e abrir-se-vos-á".

Deus quer nos dar muita coisa. Uma criança quando quer algo insiste, continua pedindo. Devemos ser como uma criança. Será que temos insistido em oração diante de Deus? Você tem incomodado o Senhor pedindo para ser uma bênção?

Quando um filho não tem barreiras com o pai ele pede, sabendo que, na medida do possível, o pai vai lhe atender. Deus quer que você seja uma bênção, e a forma de conseguir isso é pedindo, orando. Quando a igreja ora junto as portas do inferno não prevalecem. Em Atos 12 encontramos um exemplo da força da oração da igreja. No versículo 5 lemos que a igreja orava por Pedro que estava preso por Herodes.

O resultado? Deus enviou um anjo que libertou a Pedro de forma milagrosa. Deus prometeu que ouviria nossa oração. Nós somos o templo do Senhor, Ele vai ouvir a nossa oração. Ele enviará seu anjo para nos guardar e ajudar.

Use essa arma poderosa que Deus colocou em nossas mãos. Faça da sua vida uma vida de oração e adoração a Deus.

terça-feira, 8 de junho de 2010




AS CINCO COISAS QUE DEUS NUNCA VIU...

1) Um Deus maior que Ele.
2) Um problema que Ele não possa resolver.
3) Um amor maior que o dele.
4) Um justo sem resposta de oração.
5)Uma vida que Ele não possa transformar.

Ele é Tremendo !!!
Ele é Fiel!!
Ele é Justo!!
Ele é Melhor Amigo!!!
Ele é o Socorro bem presente!!!
Enfim...Ele é TUDO!!!

Mesmo que o inimigo queira te ver caído
Triste, ferido e abatido, jamais se renda não se entregue
Foi Deus quem te escolheu
Mesmo que muitos esperem pra ver sua derrota
Creia que foi Deus quem lhe abriu a porta
Os planos do inimigo não vai prevalecer
Ainda que lancem pedradas pra lhe atingir,
se algo indesejável te acontecer, pode ter certeza
a mão do Senhor vem pra levantar você
Creia ninguém vai vencer um Escolhido de Deus
Deus abala a terra move o céu pra lhe dar vitória, Ele é fiel

sexta-feira, 4 de junho de 2010


Daniel na cova dos leões




A história de Daniel é uma história bastante interessante, pois ele era um rapaz, muito especial, o qual Deus amava muito, mas também ele temia ao Senhor, tentando agradar a Deus da melhor forma possível.

Aconteceu que no reinado de Dário, alguns, presidentes invejosos do carinho que o rei tinha por Daniel, tentavam de tudo para que Daniel fosse apanhado numa armadilha, para que o rei o condenasse.

Mas não puderam fazer mal algum a Daniel, porque ele era um jovem fiel e não havia nele erros nem culpas, para que o condenassem.

« Nunca acharemos ocasião para acusar o Daniel, ele é temente ao rei e a um Deus que nós desconhecemos.» disseram os que procuravam atraiçoai-lo. « Vamos tentar tocar naquilo em que ele é muito fiel, vamos fazer algo, que faça com que ele tenha de quebrar as leis do seu Deus.»

E assim aconteceu, aqueles homens maus planearam algo terrível contra a fé do Daniel, e pela manhã foram ter com o rei, para dar-lhe a conhecer aquilo que tinham planeado.

«Salve ó rei Dário, que vive para sempre!» Gritaram entrando nos aposentos do rei.O rei sem se aperceber dos seus planos maus ouviu a opinião deles.

« Ó rei temos sabido que homens deste reino andam a pedir favores a outros governadores, e isso não é bom para um rei, pois retira toda a sua autoridade, por isso achamos bem vir alertá-lo acerca deste assunto e decidimos nós e todos os presidentes do reino, os prefeitos, conselheiros e governadores, em que o rei estabeleça uma ordem para que todo o homem, que durante trinta dias, fizer petição a outro Deus ou qualquer outro homem e não a ti ó rei, seja lançado na cova dos leões. Agora pois ó rei castiga o que não obedecer a este decreto, e assina a escritura, para que não seja mudada.»

E por causa do engano daqueles homens, o rei achou que seria bom que assim se fizesse e assinou aquela lei, esquecendo-se de que Daniel adorava o Deus que fez os céus e a terra, e que todos os dias ele abria as janelas da sua casa, orava a Deus, três vezes por dia.

Daniel ao ter conhecimento do que se estava a passar, continuou orando ao seu Deus da mesma forma, três vezes por dia. Aqueles homens espiavam-no para ver a hora em que ele abria a sua janela e começava a orar.

Então ao ver que Daniel não obedecia á ordem do rei, mandaram chamar os guardas para que o prendessem e levaram-no á presença do rei dizendo:« Este Daniel, que veio de Judá, não faz caso daquilo que ordenaste a todos os homens, e continua fazendo a sua oração a um Deus estranho, sem respeitar o teu nome». O rei ao ver Daniel ficou muito triste, pois viu que tudo tinha sido uma armadilha daqueles homens, para prenderem o jovem que o rei amava tanto, e durante todo o dia e toda a noite o rei tentou arranjar uma forma de livrar o Daniel da cova dos leões.

Sem conseguir fazer nada para salvar Daniel, o rei ordenou que o julgassem na cova dos leões, mas antes de ele ir para lá o rei disse-lhe esperançado:« Eu desejo que o teu Deus a quem tu serves com toda a tua dedicação, te livre da boca desses leões esfomeados».

Então os guardas trouxeram uma pedra e fecharam a cova, o rei colocou a marca do seu anel na pedra, para que ninguém abrisse a cova. E foi para o seu palácio, passando a noite sem comer, sem ouvir música, e se conseguir dormir, pensando naquilo que tinha acontecido com o Daniel.

Pela manhã o rei levantou-se apressado e foi a correr para a cova dos leões, chegando à cova gritou com uma voz triste:« Daniel, Daniel, servo do Deus vivo, por acaso o teu Deus a que tu serves dedicadamente, te livrou da boca desses leões?»

Então uma voz se ouviu dentro daquela cova: « Salve ó rei, que vive para sempre! O meu Deus enviou os seus anjos que fecharam a boca dos leões, para que não me fizessem mal algum, porque fui achado inocente aos olhos de Deus, e também contra ti ó rei não fiz mal nenhum». O rei ficou tão feliz por ver que o Daniel estava vivo e reparou que o leões brincavam com ele como se fossem gatos mansos, então ordenou aos guardas que tirassem o Daniel da cova.

« Que aqueles que armaram esta cilada contra o Daniel, sejam jogados dentro da cova dos leões, pois queriam matar o Daniel por causa da sua fé, mas agora podemos ver que o Deus que Daniel serve é o verdadeiro Deus, pois livrou-o da boca daqueles leões esfomeados».

E a bíblia nos diz, que ainda os homens maus não tinham caído no chão, já os leões os devoravam.

O rei então escreveu outra lei que dizia: « A todos os povos de outras línguas ou nações que habitam sobre a terra: Paz vos seja multiplicada! A partir do dia de hoje em todo o meu reino e em todos os meus domínios, os homens devem tremer e temer perante o Deus de Daniel, porque este sim, é o Deus vivo e que seja assim para sempre, pois o seu reino não será destruído e o seu domínio não terá fim, pois só Ele livra, salva e faz sinais de maravilhas no céu e na terra, e foi Ele quem livrou o Daniel da boca dos leões! Assim diz o rei Dário.»

E assim Daniel foi exaltado naquela terra pelo seu Deus, e viveu por muitos anos, prosperando, porque Deus era com ele.

O testemunho de Daniel é maravilhoso, pois podemos ver que na nossa vida por vezes acontecem situações muito complicadas, mas se permanecermos fiéis ao nosso Deus, então ele nos livrará, assim como Ele fez com Daniel, e também Ele nos exaltará pelo facto de termos sido fiéis a sua palavra mesmo numa situação tão aterradora como a de Daniel.

Quando você se encontrar numa situação difícil em sua vida confie em Deus e espere que ele lhe dará vitória.




!