quinta-feira, 29 de abril de 2010

A Arte do Silêncio (Pr.Brunoni)




Pr.Brunoni/Ap.22:

A Arte do Silêncio (Pr.Brunoni)

Aquietai-vos e sabei que Eu sou Deus. Salmo 46:10.

Um dos melhores momentos para aquietar-nos, cultivando a arte do silêncio, é na hora do culto, nos momentos de meditação e oração. Mas como procedemos quando buscamos a Deus em oração? Ajoelhamo-nos reverentes diante da augusta presença de Deus, abrimos-Lhe o coração como a um amigo, apresentamos-Lhe nossos anseios, necessidades e angústias, confessamos-Lhe nossos desvios e extravios e, depois, nos erguemos quase antes de pronunciarmos o “amém”. Qual paciente que, inquieto, consulta o médico apresentando-lhe seus sintomas e precipitado se retira sem a prescrição para os seus males, assim nos retiramos agitados, levando conosco nossos fardos, pesares e angústias. Quando perdemos por não saber aguardar em silêncio a resposta de Deus às nossas necessidades!

Diz a pena inspirada: “Precisamos ouvir individualmente Sua voz a nos falar ao coração. Quando todas as outras vozes silenciam e em sossego esperamos perante Ele, o silêncio da alma torna mais distinta a voz de Deus. Ele nos manda: “Aquietai-vos, e sabei que Eu sou Deus”. Somente assim se pode encontrar o verdadeiro descanso.” – O Desejado de Todas as Nações, págs. 269 e 270.

O orvalho que umedece os campos durante as noites silenciosas, não cai em meio ao ímpeto sibilante da ventania ou ao ruidoso fragor da tormenta. Da mesma forma o orvalho da graça divina desce sobre o coração que, em silêncio, descansa no Senhor e em Suas preciosas promessas.

2 comentários:

  1. Em homenagem a minha amiga Amada Bíblia que foi escrita como nos mostra o Apóstolo Paulo: “...com muitas lágrimas...”. A Palavra que abençoa a sua vida irmã(o) foi escrita ao meio de sofrimentos e angústias de coração e muitas lágrimas, tudo isso foi para você e por você, para que o Amor de Deus Alcançasse a sua vida.

    A seguir o agradecimento à Deus em forma de poema para a minha e mais querida a:

    MINHA AMIGA BÍBLIA (Pr.Brunoni)

    Eu tenho a minha Bíblia bem marcada
    pelos meus dedos, que a compulsam tanto.
    Ela tem sido muitas vezes manchada
    por lágrimas vertidas no meu pranto.

    Minha Bíblia tem sido muito usada
    nas horas de alegria, quando eu canto.
    E quando sinto a minha cruz pesada,
    descanso à sombra de seu santo manto.

    Na Bíblia encontro paz, consolação,
    e a promessa divina do perdão,
    e o caminho que à vida me conduz.

    Oh! como amo tanto minha Bíblia antiga,
    minha Bíblia querida e tão amiga,
    porque foi nela que encontrei Jesus!

    ResponderExcluir
  2. lEGAL
    http://www.blogger.com/profile/08564619024289015538

    ResponderExcluir